Corinthians x Flamengo

Click here to load reader

  • date post

    08-Mar-2016
  • Category

    Documents

  • view

    215
  • download

    2

Embed Size (px)

description

Edição 14 Copa Libertadores da América 2010 05/05/2010

Transcript of Corinthians x Flamengo

  • MATCH DAYP R O G R A M A O F I C I A L

    Nmero 14 - Maio de 2010

    5/5/2010 - Quarta-feiraLibertadores da Amrica

    21h50 - Pacaembu So Paulo - SPVs

  • editorialCorinthianos, hoje o jogo. Sero pouco

    mais de 90 minutos nos quais ningum pode ficar parado. Estamos conscientes de que es-tar em disputa o nosso sonho de conquistar a Amrica. O pessimismo tem que ficar bem longe do Pacaembu. hora de a Fiel dar um novo espetculo grandioso, com o estdio lotado, e mostrar mais uma vez como ela a mais perfeita traduo de que uma torcida pode sim ganhar uma partida.

    Perdemos o primeiro jogo, mas no a batalha. O TIMO guerreiro e no se entrega nunca. s unir as nossas foras e repetir o futebol da primeira fase quando atropelamos os adversrios e encantamos a nossa torcida.

    Em grandes dificuldades, os craques cos-tumam aparecer. Por isso, nesta edio de nmero 14, a MATCH DAY escolhe Ronaldo, o cara que pode dar o troco no Flamengo. Se h um jogador com um histrico de superao e que pode usar isso como motivao para o nosso grupo, este o R9, que no se cansa de dizer que corinthiano de corpo e alma.

    Para um confronto especial, um local de muita tradio. Com 70 anos de histria, comemorados na semana passada com a pre-sena de imortais da bola, o Pacaembu ser o palco ideal para receber as duas maiores torcidas do Brasil. Aproveitamos a data para contar por que o estdio virou ao longo desse perodo um dos mais charmosos do mundo.

    A MATCH DAY CORINTHIANS ganha novas sees, como o Fala, Corneta, um espao para voc, Fiel corinthiano, mandar crticas e su-gestes para ns interagirmos cada vez mais com o nosso pblico. Alm disso, a revista passou por reformulao grfica e pretende-mos tornar a leitura mais agradvel e dinmica.

    Tenham um bom entretenimento!

    Jos Geraldo da SilvaEditor SoFrEdor FANtiCo

    EXPEDIENTEA MATCH DAY, Programa oficial, uma publicao da G8 Gesto Esportiva e Futebol Tour autorizada pelo

    Sport Club CoriNtHiANS Paulista.

    Conselho Editorial: diego ragonha,

    Fernando Figueiredo Guilherme Figueiredo, Luis Fernando dias e

    Paulo Sanches

    Textos: Alexandre de Aquino

    MtB 53110

    Pesquisa de fotos:Alex Siriani

    Fotografias:ricardo Saibun

    Edio de Arte:Artur Guimares

    duane rios eJoh Stcheraws

    Contatos Comerciais:Paulo Sanches

    (11) 7833-8063

    daniel Camillo(11) 4191-7949

    Impresso: Grfica daleffi

    Tiragem: 10.000 exemplares

    Solues em Comunicao

  • Quando a famlia corinthiana est em festa, a experin-cia o estdio se torna memorvel. O jogador se inflama, o time todo se empolga e a chance de vitria maior. Faa sua parte:

    Compre seu ingresso de forma antecipada nos postos de venda ou pela internet;

    Leve troco, caso v adquirir a entrada nas bilheterias da Pacaembu;

    respeite a fila e mantenha a ordem;

    Cante apenas em prol do time ou de seu dolo. Evite provocaes;

    Esquea os rojes e sinalizadores. Eles podem provocar acidentes;

    Sente no lugar marcado previsto no ingresso;

    Se consumir alimentos, busque uma lixeira para dispensar papis e plsticos;

    Quando usar o banheiro, colabore para a higiene do local.

    No mole no,

    Tem que ter raa pra jogar no CORINGO

    No mole no,

    Tem que ter raa pra jogar no CORINGO

    palco e torcida

    PacaembuNome oficial:Estdio Urbano Caldeira

    Capacidade atual:40.199 pessoas

    Inaugurao:22 de outubro de 1916

    Curiosidades:A primeira partida foi realizada contra o Ypiranga e o Santos venceu por 2x1.

    o recorde de pblico de 32.986 pessoas e aconteceu em uma partida contra o Corinthians,no dia 20 de setembro de1964. o jogo terminou comum empate sem gols.

    Canto por ti

    c o r i n t h i a n s 5

  • 70 anos de magiaPacaembu,

    Estdio tem importncia para o crescimento do f

    utebol e outras categorias do esporte

    histria

    6 c o r i n t h i a n s

    Um dos mais charmosos estdios brasileiros completou 70 anos de sua inaugurao no ltimo dia 27. Nesse perodo, a sua vida se misturou ao cotidia-no da maior metrpole da Amrica Latina e ajudou a transformar o futebol no mais popular esporte do planeta. Pelo seu gramado, os grandes craques des-filaram nas quatro linhas e at hoje definem o local como um dos palcos preferidos dos mestres.

    O Estdio Municipal Paulo Machado de Carvalho (ou como conhecido, por seu nome antigo, Estdio Municipal do Pacaembu, que quer dizer rio das pacas, em tupi-guarani), teve a obra concluda em 1938, mas foi inaugurado em 27 de abril de 1940, com a presen-a do ento presidente da Repblica, Getlio Vargas, em uma cerimnia que parou a capital paulista.

    A mudana de nome ocorreu em 1961 em home-nagem ao dirigente que tanto fez para profissionali-zar o esporte e foi destaque como chefe da delega-o da seleo brasileira e ficou conhecido como o marechal da vitria, nos ttulos das Copas do Mundo de 1958, na Sucia, e, em 1962, no Chile.

    Alm do estdio, o Pacaembu um complexo po-liesportivo, com piscinas, quadras e um ginsio. Foi ali que Adhemar Ferreira da Silva deu os primeiros saltos triplos, o boxeador der Jofre comeou a sua carreira e a tenista Maria Esther Bueno comemorava os seus ttulos do Aberto de Wimbledon na Inglaterra.

    Em 2008, em parceria com empresas, a Prefeitura

    de So Paulo terminou o projeto do Museu do Fute-bol e abriu as portas para contar a histria do esporte e, claro, a do Pacaembu, dos grandes craques e es-quadres que passaram por ali.

    Entre os mestres, pode-se destacar de Lenidas da Silva a Pel, passando por Rivellino, Grson, Ade-mir da Guia, Scrates, Zico, e, mais recentemente, Ro-mrio, Ronaldo, entre tantos outros.

    Para muitos, o estdio a casa do CORINTHIANS,

    que o time que mais o frequenta, mas no tanto assim. A obra foi erguida para ser do povo e cabe ao povo conserv-la e admir-la como um dos patrim-nios culturais mais importantes do Brasil.

  • torcedor

    O TIMO tem se preparado desde o final do ano passado para obter sucesso na Libertadores no ano em que completar 100 anos.

    Fizemos contrataes e focamos na competio continental. E quando o CORINTHIANS faz isso, cos-tuma se dar bem. Fizemos bonito na primeira fase e classificamos com a melhor campanha.

    Agora pegamos pela frente o Flamengo, um ad-versrio de tradio e complicado. Mas confesso que embora no tenhamos sado com um grande placar do Maracan, temos tudo para fazer valer o fator cam-po e sairmos classificados do Pacaembu. O Ronaldo, que no foi bem na primeira partida, ser o homem do jogo e decidir a nosso favor.

    Rodrigo Molina Augusto (22 anos)

    Participe, mande tambm a sua opinio sobre o seu time para o e-mail: [email protected]

    Ronaldo, o Fenmeno ir se redimir hoje!

    Fala, Corneta

    Rodrigo ( esq.) posa ao lado do zagueiro Diego, atualmente no Cear.

  • mosquetinho

    Para colorir! Mosquetinho

    Ol, amiguinho! Use seu lpis de cor para pintar o desenho abaixo.

  • personagem

    o momento de brilhar Vai, Ronaldo!

    Fenmeno j cansou de mostrar que sabe o cam

    inho do sucesso nas grandes decises

    personagem

    Ronaldo contra Adriano. Corinhians versus Fla-mengo. O duelo final deste mata-mata da Copa Li-bertadores, que vale vaga para as quartas de final, tem tudo para ser decidido por dois dos maiores arti-lheiros do futebol na atualidade. O Imperador levou a melhor no primeiro jogo, mas o TIMO est vivo.

    Ser um verdadeiro confronto de tits e agora ser na nossa casa e com Ronaldo empolgadssimo para mostrar, mais uma vez, que o seu corao pulsa como um alvinegro legtimo, no bando de loucos.

    Prova disso, o Fenmeno j deu. Ano passado, o artilheiro fechou acordo para a renovao de contra-to e anunciou que, no final de 2011, vai pendurar as chuteiras no Parque So Jorge.

    O sonho que eu tinha [de jogar pelo Flamengo] acabou. O amor que eu sempre tive pelo Flamengo est completamente de lado agora. Sou corintiano e vou encerrar a minha carreira aqui, promete.

    O craque faz questo de exaltar o apoio da Fiel torcida como fundamental para a sua transformao em um membro da fantica torcida corinthiana.

    A torcida me rece-beu de braos abertos, soube me aceitar e pude corresponder muitas vezes em campo fazendo muitos gols. Quando voc est no Pacaembu v realmente o que ser corinthiano. Eles so incrveis, tor-cem o tempo todo

    Por causa desse incentivo dos torcedores, R9 tem feito todo o esforo para no deixar que escape do clube o ttulo da Libertadores. Porm, ele lembra que no pode ser encarado o fim do mundo se o projeto no terminar como esperado.

    S o fato de jogar no Corinthians, no ano do centenrio, j representa uma presso muito grande. No precisamos acrescentar mais nada a isso, alerta Ronaldo, mostrando que o grupo sabe o peso da res-ponsabilidade.

    A gente sabe que, pela grandeza do Corinthians, sempre preciso ganhar tudo, mas estamos dando prioridade para a Libertadores e temos totais condi-es de buscar esse ttulo, aposta o Fenmeno.

    10 c o r i n t h i a n s

  • Fenmeno ser embaixador corinthiano

    Aps pendurar as chuteiras no final da prxima temporada,

    Ronaldo no vai abandonar o nosso TIMO. No acordo para a

    renovao de contrato, o atacante acertou que exercer a funo de embaixador corinthiano at 2021.

    Nesta funo, Ronaldo vai ajudar a internacionalizar a marca

    CORINTHIANS acompanhando o time em amistosos e tambm ter como tarefa estreitar as relaes

    com clubes do exterior, dos quais ele defendeu na sua carreira de jogador, casos de Real Madrid,

    Barcelona, Inter e Milan.

    Ronaldo no Timo54 jogos28 gols

  • elenco

    Salve o Corinthians,

    o campeo dos campees,

    Eternamente

    dentro dos nossos coraes.

    Salve o Cor