Globalização - GEO

of 14 /14
GLOBALIZAÇÃO UNIDADE 2 – TEMA 3 (PÁG. 51 A 53) ARARIBÁ PLUS – 8 ANO

Embed Size (px)

Transcript of Globalização - GEO

GLOBALIZAO

GLOBALIZAOUNIDADE 2 TEMA 3 (PG. 51 A 53)ARARIB PLUS 8 ANO

A GLOBALIZAOCom o fim da Guerra Fria, houve intensa acelerao das trocas comerciais e culturais entre os pases, facilitadas pelo desenvolvimento dos transportes e das telecomunicaes. Esse fenmeno ficou conhecido como globalizao.

INTEGRAO GLOBALVivemos a era da globalizao, marcada pela grande integrao econmica, social e cultural entre pases, cidades, empresas, universidades etc., e tambm pelo intenso fluxo de mercadorias, pessoas e capitais.Quando adquirimos qualquer produto, nem sequer pensamos o caminho desses produtos at chegar as nossas mos. Esse caminho pode ser bem longo e complexo, porque hoje em dia, a produo globalizada, e feita em diversas partes do mundo, em lugares que oferecem vantagem/lucro maior s empresas que produzem para o mercado mundial.

A REVOLUO TECNOLGICANas ltimas dcadas, o mundo passou por transformaes grandiosas nas telecomunicaes e transportes, que foram causadas por uma revoluo tecnolgica. As tecnologias andam se desenvolvendo (como a fibra tica e as transmisses via satlite), com isso, as comunicaes passaram a ser em tempo real, facilitando e agilizando transaes comerciais e financeiras.

A capacidade do transporte de carga e de passageiros aumentou bastante graas ao desenvolvimento dos meios de transporte, principalmente o transporte areo e o martimo. Um exemplo so os contineres, que so recipientes que podem depositar enormes quantidades de carga. Antes dessa inveno (at a dcada de 60), um navio transportava aproximadamente 22 mil toneladas de mercadoria bruta e gastava cerca de 40% do tempo total da viagem, estacionado nos portos para carga e descarga. Agora, com os contineres, passou-se a transportar cerca de 47 mil toneladas e o tempo de espera, que antes era em torno de 40%, reduziu-se para 17%.

ESSAS MUDANAS FORAM ESSENCIAIS PARA A ACELERAO DAS TROCAS MUNDIAIS E PARA QUE A ECONOMIA SE TORNASSE GLOBAL.

CARACTERSTICAS DA ECONOMIA GLOBALA partir da segunda metade do sculo XX as empresas industriais, comerciais e de prestaes de servios, como bancos, hotis, redes de restaurantes, companhias de telecomunicaes e etc., passaram a adotar cada vez mais filiais em diversos pases. Esse processo a mundializao do capital e da produo.

Em consequncia disso, o fluxo de mercadorias entre os pases cresceu muito rpido. Em 1948, o valor total de exportaes mundiais chegou a 59 bilhes de dlares. Em 2012, ele foi de 17..351 trilhes de dlares. J as importaes em 1948 chegaram a 62 bilhes de dlares, enquanto em 2012 totalizaram 18.188 trilhes de dlares. Esse comrcio ocorre principalmente entre pases da Amrica do Norte, da Europa e alguns da sia.Graas ao uso de computadores e satlites, bilhes de dlares so diariamente movimentados pelo mundo sob a forma de investimentos em bolsas de valores ou pagamentos por mercadorias e servios.

TRANSFORMAES NA PRODUO

Acompanhar no livro

O TRABALHO NO MUNDO GLOBALCada vez mais os trabalhadores devem mostras qualificao e especializao para ocupar e manter-se nos postos de trabalho na economia global. Os funcionrios devem ser capazes de manusear as novas tecnologias introduzidas no processo de produo e que eles tomem decises de forma rpida.O conhecimento e a atualizao constante profissional so exigncias do mercado de trabalho.

GRANDES CORPORAESHoje existem grandes empresas com atuaes no mundo todo, que so chamadas transnacionais. Essas corporaes geralmente tm a sua sede em um pas rico e as filiais em diversos pases. Podem ser de vrios ramos, como montadoras de automveis (HONDA), petrolferas, indstria de bebidas (COCA-COLA), cadeias de fast-food (BURGUER KING), roupas esportivas (NIKE), entre outros.

Existe uma srie de vantagens em instalar filiais em certos pases, que reduzem o custo da fabricao das mercadorias, como mo de obra barata, matrias-primas e isenes fiscais (no pagar alguma taxa imposta). Em troca, as transnacionais oferecem emprego e gerao de renda para a populao local. Porm, as decises sobre os rumos dessas empresas permanecem nos pases-sede e os direito dos trabalhadores nos pases que recebem as filiais, so restrito que nos pases ricos.

A expanso das transnacionais ampliou a produo em escala global e o comrcio mundial de mercadorias e servios. Algumas vezes, o faturamento dessas empresas globais maior que o PIB (Produto Interno Bruto) de muitos pases. Isso os d grande poder para influenciar governos nacionais, condicionando at mesmo as relaes entre os pases, pois seus interesses acabam sendo atendidos mesmo que tragam prejuzos para naes inteiras.

A SOCIEDADE GLOBALA grande circulao de informaes, mercadorias e pessoas fez surgir valores considerados globais. H uma padronizao das formas de trabalho, da produo e do consumo: milhares de pessoas de todo o mundo desfrutam das mesmas corporaes, sejam elas de fast-food, de indstrias de bebidas, roupas esportivas, etc. Mas ainda vale marcar que a globalizao seletiva e, em geral, beneficia os pases ricos. Em reas mais pobres do mundo, milhares de pessoas ainda so excludas desse processo de globalizao.