Impactos Pantanal

Click here to load reader

  • date post

    12-Jan-2016
  • Category

    Documents

  • view

    19
  • download

    0

Embed Size (px)

description

Uma visão geral sobre o Pantanal e impactos ambientais atuais.

Transcript of Impactos Pantanal

  • BIOMA PANTANALEQUPE: ANDERSON ALMEIDAANDRESSA DA SILVAFBIO DE OLIVEIRAPEDRO HENRIQUE

    UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEAR - UFCCENTRO DE TECNOLOGIADEPARTAMENTO DE ENGENHARIA HIDRULICA E AMBIENTALMESTRADO EM SANEAMENTO AMBIENTAL

  • PantanalObjetivo geralExpor as caractersticas gerais do Bioma Pantanal e os principais impactos ambientais sofridos por este. Objetivo especficoApresentar as fontes impactantes do Bioma Pantanal em relao biodiversidade, ao solo e aos recursos hdricos.

  • Figura 1 Sub-regies do Pantanal. Fonte: Google Imagens.Bioma Pantanal

    Bioma brasileiro localizado na Regio Centro-Oeste ocupando uma rea de 150.355 km, correspondendo a 1,76% do territrio brasileiro;Dividido em 11 (onze) sub-regies brasileiras, sendo Nhecolndia e Paiagus as duas maiores;Chega a ocupar 16 municpios brasileiros, sendo 7 (sete) no Mato Grosso e 9 (nove) no Mato Grosso do Sul.;Em extenses internacionais chega o ocupar parte da Bolvia e Paraguai, o qual passa a ser denominado de Chaco;

  • Viso socioeconmica

  • Viso socialPopulao: 2,2 milhes (1,1% da populao brasileira)Populao urbana: 87%Populao rural: 13%Maiores cidades: Cuiab/MT (551 mil hab.), Vrzea Grande/MT (253 mil Hab.) Rondonpolis/MT (195 mil hab.), Corumb/MS (104 mil hab.) e Cceres/MT ( 88 mil hab.)

  • Populao do PantanalPovos Pantaneiros;ndios (47 etnias, 78 terras indgenas);Povos quilombolas;Povos ribeirinhos;Artesos (extrativistas);Agricultores e camponeses;Benzedeiras e rezadeiras.

  • Populao do PantanalIDH: 0,7 (mdio);Saneamento bsico:Abastecimento de agua: 93% (nacional 91%);Coleta de esgotos: 29% (nacional 57%);Tratamento de esgotos: 19% (nacional 30%)

  • Conflitos

    Histricos:Colonizadores vs. Indgenas;AtualInteresses econmicos vs. biodiversidade

  • Atividades econmicasPecuria extensivaTurismoPesca Pequenas indstriasServiosMineraoAgricultura

  • Impactos da PecuriaDesflorestamentos;Queimadas;Plantio de pastagem exticas;Poluio hdrica;Poluio dos solos;

    Fonte: (SPECHT, 2012).

  • Impactos do turismo e pescaTurismo excessivo e desordenado;Pesca predatria;Gerao de resduos: lixos deixado por turistas e embarcaes; Predao de espcies em extino: caadores e pescadores falta de fiscalizao;

  • Hidrografia do Pantanal

  • Figura Vista do Pantanal.Fonte: Google Imagens.Bioma Pantanal

    Bioma de relevo em plancie banhado pela Bacia do Alto Paraguai;Recebe o ttulo de maior plancie inundvel da Terra;A Bacia do Alto Paraguai possui 361.666 km, no qual 38,21% ocupado pelo Pantanal;O rio Paraguai drena a regio transportando sedimentos e MO de forma contnua, caracterizando-o como uma das maiores bacias sedimentveis do Brasil;Os solos do Pantanal so caracterizados como pobres, em sua parte profunda, e ricos nas camadas mais superficiais; As inundaes sazonais a principal caracterstica desse bioma e est relacionada com os impactos da agropecuria, eroso e precipitao, j que essa pode atingir precipitaes anuais de 1180 mm.

  • Bacia do Alto Paraguai e principais impactos nos recursos hdricos.

    Por ter sua estrutura tpica de depresso, o pantanal apresenta como caractersticas fluviais principais a baixa declividade do terreno e consequentemente a baixa capacidade de escoamento superficial gerando maior ocorrncia de enchentes; Portanto, os rios, ao entrarem na plancie, sofrem drstica reduo de velocidade, decorrente da mudana em sua declividade;Os principais formadores do Rio Paraguai so os Rios Cuiab, So Loureno e Taquari.

  • Figura Sub-bacias do Rio Paraguai.Fonte: Srgio Galdino (2006).

  • Figura Seo transversal Planalto e Plancie.Fonte: Tucci (2006).Bacia do Alto Paraguai e principais impactos nos recursos hdricos.

    O Rio Paraguai apresenta reduo das sees transversais ao longo de seu trecho em plancie;Tal fato somada a baixa declividade do rio, incentiva o processo de extravasamento de guas do leito do rio para as regies adjacentes, permitindo a passagem de sedimentos e matria orgnica com essas guas;

  • Figura Efeito da inundao no Pantanal.Fonte: Tucci (2006).

  • Figura reas inundadas no Pantanal.Fonte: Tucci (2006).

  • Figura Efeito da seca no Pantanal.Fonte: Tucci (2006).

  • Figura Regies de seca no Pantanal.Fonte: Tucci (2006).

  • Impactos sobre a bacia Pantaneiras

    Estima-se que em 2006, a Bacia do Alto Paraguai recebeu aproximadamente 8000 t/dia de sedimentos arenosos;Em pocas de chuvas e inundaes, esses valores podem ter um aumento de 15 a 40%;Em 2000 foi realizado um estudo de concentrao de mercrio nas reas de Crceres e Baro de Melgao (regio norte da Bacia do Paraguai) retornando um valor mdio de 33,2 ng/g;Ainda segundo Galdino et al (2006), em 2000, as terras ocupadas pela atividade da agropecuria na regio de planalto corresponderam a 61,9% de todo espao territorial;Ele tambm comenta que entre 1988 a 2000 foram estimados cerca de 1.076.820 L e 100.399 kg de pesticidas usados nas atividades agrcolas nas adjacncias do Rio Paraguai;Apenas no municpio de So Gabriel, que possui 88,9% de sua rea dentro do Pantanal, responsvel por 37% desse total.

  • Figura Mximas precipitaes mensais no Pantanal.Fonte: Tucci (2006).Impactos sobre a bacia Pantaneiras

    Passa a ser um bioma com muita gua ou pouca gua;O critrio de uso da gua deixa de ser por quantidade e passa a ser por qualidade.

  • Solos e degradao ambiental

  • Solos e degradao ambientalSegundo Cardoso et al., 2011 apud Santos et al., 2002: a preocupao com a conservao dos recursos naturais tem sido crescente nas ltimas dcadas, especialmente em relao a biomas como o do Pantanal Mato-Grossense, reconhecido como Reserva da Biosfera e Patrimnio da Humanidade. Nessa imensa plancie inundvel, a pecuria de corte constitui-se na principal atividade econmica, porm, assim como nas demais regies tropicais que criam bovinos extensivamente em pastagem nativa, apresenta baixos ndices zootcnicos

  • Solos e degradao ambientalPara melhorar ndices zootcnicosDESMATAMENTOPreocupao com implantao da pastagem cultivadaSOLOS DE TEXTURAS ARENOSAS;BAIXA FERTILIDADE;SEM CORREO DE PH;SEM ADUBAO.

  • Solos e degradao ambientalSolos com problemas relacionados ao grau de compactao;Solos dependentes da vegetao que realizam sua manuteno associados ao processos biogeoqumicos

  • Solos e degradao ambientalTabela 1: Caracterizao morfolgica, fsica e qumica do solo dos ambientes FN, CE1 e CE2 estudados no Pantanal Sul-Mato-Grossense.Fonte: Cardoso et al., 2011

  • Solos e degradao ambientalTabela 2: Atributos qumicos do solo em diferentes ambientes do Pantanal Sul-Mato-Grossense e significncia dos contrastes de interesse.Fonte: Cardoso et al., 2011

  • Solos e degradao ambientalTabela 3: Atributos fsicos do solo em diferentes ambientes do Pantanal Sul-Mato-Grossense e significncia dos contrastes de interesse.Fonte: Cardoso et al., 2011

  • Impactos na Biodiversidade

  • O valor da biodiversidade pantaneiraValor econmicoServios AmbientaisDependncia do homem em relao ao que a biodiversidade pode oferecerBenefcios que as pessoas obtm dosecossistemasEx: madeira, alimentos, fibras para fazer papel, resinas, produtos qumicos orgnicos, genes, e cosmticosEx: regulao do clima, o provimento de habitats de reproduo, a fertilizao do soloFonte: CIFlorestas, 2015

  • Desafios da conservao da BiodiversidadePecuriaConservao da Biodiversidade

  • Fatores impactantesSegundo Alho (2011) as ameaas ambientais para a biodiversidade do Pantanal podem ser agrupadas em sete categorias: 1) a converso da vegetao natural em pastagens e culturas agrcolas, 2) destruio ou degradao de habitats devido as queimadas, 3) Super explorao das espcies principalmente pela pesca no sustentvel, 4) poluio da gua, 5) a modificao do fluxo do rio com a implantao de pequenas centrais hidreltricas, 6) turismo no sustentvel, e a 7) introduo de espcies exticas invasoras.

  • A converso da vegetao natural em pastagens e culturas agrcolasBacia do Rio Paraguai Superior (BAP) vem sofrendo as consequncias da expanso a pecuria e atividades agrcolas, embora o Pantanal mantenha 86,6% de sua vegetao natural, os planaltos que o cercam tm mantido apenas 41,8% de sua cobertura vegetal original.

    BAP perdeu 4% de sua vegetao nos planaltos e de 2,4% na plancie de inundao (o Pantanal).

    A pecuria responsvel por 11,1% de converso de vegetao no Pantanal e 43,5% no planalto de terras altas.

  • Destruio ou degradao de habitats devido as queimadas

    Pecuaristas do Pantanal incendeiam a vegetao durante a estao seca como uma tcnica de "gesto" para "eliminar" a vegetao no utilizada pelo gado.

    Fogo se espalhe e destri , muitas vezes, reas arborizadas e florestas. A remoo da vegetao natural elimina comida e abrigo.

    Fonte: ojornalms, 2011Fonte: O Globo, 2009

  • A explorao excessiva das espcies principalmente pela pesca no sustentvelO desmatamento tambm afeta os peixes, porque a migrao pode ser influenciada por distrbios de habitats terrestres, principalmente matas ciliares e reas sazonalmente inundadas. No "piracema, perodo de desova dospeixes, quando eles sobem os rios at suasnascentes, algumas espcies de peixes migratrios, devido a explorao dos habitats deixam o leito do rio e se mudam para as reas de inundao adjacentes em busca de alimento. (Vdeo Piracema https://www.youtube.com/watch?v=XJXgCHs2KIE )Sobrepesca em algumas espcies de peixes de grande porte. Barragens interferem o ciclo como uma barreira mecnica.

  • A poluio da guaQualidade dos recursos naturais associados Poluio aquticaVida Selvagem Contaminao de aves e peixes por mercrio

  • A modificao do fluxo de rios com a implantao de pequenas centrais hidreltrica