Materia Capa

Materia Capa
Materia Capa
Materia Capa
download Materia Capa

of 3

  • date post

    28-Jan-2016
  • Category

    Documents

  • view

    218
  • download

    0

Embed Size (px)

description

materia capa

Transcript of Materia Capa

  • 4Capa

    Congresso Brasileiro de Cirurgia Cardiovascular destaca

    18 temas relacionados estimulao cardaca artificial

    O Simpsio Dcio Kormann 2015, promovido pelo DECA dentro do 42 Congresso da Sociedade Brasileiro de Cirurgia Cardiovascular, em Curitiba, traz como m-dulos principais a Estimulao Anti-bradicardia, a Terapia de Ressincronizao Cardaca (TRC) e Cardiodesfibrila-dores Implantveis.

    Na sexta-feira, dia 27, sero apresentados 18 temas. No perodo da manh as aulas vo das 8h s 12h. Haver uma pausa para a Assembleia Ordinria do DECA - das 12h s 14h - com as aulas retormando no perodo da tarde, das 14h s 16h. Depois de uma pausa de meia hora haver a discusso de dois casos clnicos.

    O Congresso

    A Comisso Cientfica do 42 Congresso da SBCCV trouxe para o evento alguns dos principais nomes nacionais e internacionais da especialidade.

    A atualizao profissional se dar por meio de palestras, mesas redondas e cursos avanados.

    No sbado, dia 28, o Hands-on vai permitir a interao entre o expert e os cirurgies que desejam dominar no-vas tecnologias de comprovada eficcia mas com baixas taxas de adoo - e os novos procedimentos com um do-mnio ainda restrito, mas em fase de expanso na prtica clnica. So ao todo 285 vagas.

    MDULO 1 - ESTIMULAO ANTI-BRADICARDIACOORDENADOR: Dr. Cludio Jos Fuganti (PR)MODERADOR: Dra. Stela Maria Vitorino Sampio (CE) 8:00-8:15 O que devemos saber sobre marcapassos compatveis com

    ressonncia magnticaDr. Wilson Lopes Pereira (SP)

    8:15-8:30 Interpretando as novas Diretrizes de infeco em pacientes com dispositivos cardacos implantveis Dr. Vicente Avila Neto (SP)

    8:30-8:45 Utilidade clnica dos sensores de marcapassosDr. Celso Salgado de Melo (MG)

    8:45-9:00 Fontes de interferncia intra e extra-hospitalaresEmanoel Gledeston Dantas Licario (RR)

    9:00-9:15 Situao atual da pesquisa da estimulao cardaca sem eletrodosDr. Celso Salgado de Melo(MG)

    9:15-9:30 Peculiaridades da estimulao cardaca na infncia Dr. Roberto Costa (SP)

    9:30-9:45 Importncia de medidas automticas e funes adicionais (histogramas, auto-captura, Holter, etc) dos novos geradores de marcapassoDr. Antonio Carlos Assumpo confirmado

    9:45-10:00 Discusso10:00-10:30 IntervaloMDULO 2 - TERAPIA DE RESSINCRONIZAO CARDACA (TRC)COORDENADOR: Dr. Roberto Costa (SP)MODERADOR: Dr. Celso Salgado de Melo (MG)10:30-10:45 Atualizao das Diretrizes de TRC em classes funcionais I/II da NYHA

    Dr. Silas dos Santos Galvo Filho (SP) 10:45-11:00 Avanos tecnolgicos para TRC endocrdica: bainhas, eletrodos, etc.

    Dr. Alvaro Roberto Barros Costa (RN)11:00-11:15 Podemos reduzir o nmero de no-respondedores?

    Dr. Eduardo Rodrigues Bento Costa (SP)11:15-11:30 Todo candidato TRC deve receber um CDI?

    Dr. Cludio Jos Fuganti (PR)

    11:30-11:45 Importncia do monitoramento remoto na TRC Dr. Bruno Papelbaum (SP)

    11:45-12:00 Discusso12:00-14:00 Assembleia do DECA

    MDULO 3 - CARDIODESFIBRILADORES IMPLANTVEISCOORDENADOR: Dr. Luiz Paulo Rangel Gomes da Silva (PA)MODERADOR: Dr. Antnio Carlos Assumpo (SP) 14:00-14:15 Seleo de pacientes para implante de CDI na cardiomiopatia

    hipertrfica e displasia arritmognica de VDDra. Ceclia Monteiro Boya Barcellos (SP)

    14:15-14:30 Importncia dos sensores no seguimento de pacientes com CDI Dr. Andr Messias Guimares (SP)

    14:30-14:45 Quando indicar o CDI como profilaxia primria de MSC em chagsicos Dr. Antnio Malan Cavalcanti Lima (GO)

    14:45-15:00 CDI no paciente com corao estruturalmente normalDr. Cludio Jos Fuganti (PR)

    15:00-15:15 Mudanas de conduta na preveno de choques inapropriadosDr. Antonio Vitor Moraes Jr (SP)

    15:15-15:30 CDIs totalmente subcutneos -promessa ou realidade?Dr. Genildo Ferreira Nunes (TO)

    15:30-15:45 Condutas para pacientes com tempestade eltrica Dr. Genildo Ferreira Nunes (TO)

    15:45-16:00 Discusso16:00-16:30 Intervalo

    MDULO 4 -DISCUSSO DE CASOS CLNICOS (2 CASOS)COORDENADOR: Dr. Wilon Lopes Pereira (SP)DEBATEDORES: Dr. Cludio Jos Fuganti (PR), Dr. Luiz Antonio Castilho Teno (SP), Dr. Luiz Paulo Rangel Gomes da Silva (PA)16:30-17:00 Caso clnico 1 - Dra. Stela Maria Vitorino Sampaio (CE) 17:00-17:30 Caso clnico 2 - Dr. Silas dos Santos Galvo Filho (SP)

    GRADE COMPLETA DE PALESTRAS:

    Jornal DECA 1_2015.indd 4 23/3/2015 10:23:58

  • 5Capa

    No dia 27 de maro, os associados do Departamento de Estimulao Cardaca Artificial (DECA) vo eleger a nova diretoria binio 01.01.2016 a 31.12.2017, durante Assembleia Geral Ordinria, que ser realizada no audit-rio 4 do Expo Unimed Curitiba, durante o 42 Congresso Brasileiro de Cirurgia Cardiovascular.

    As inscries das chapas candidatas foram abertas no dia 11 de fevereiro, atendendo s determinaes dos

    DECA eleger nova diretoria Binio 2016/17 durante Assembleia Geral Ordinria

    pargrafos 1 e 2 do Artigo 24 do Estatuto Social do DECA.

    Alm da eleio da diretoria, tambm sero apresen-tados Relatrio da Secretaria, Relatrio da Tesouraria, Relatrio da Relampa, Relatrio do Registro Brasileiro de Marcapasso, e Assuntos Gerais. A Assembleia Geral Ordi-nria comea as 12h30.

    Composio da chapa:

    Presidente

    Vice-Presidente

    secretrio Geral

    diretor Financeiro

    diretor cientFico

    diretor de reGistros

    diretor da relamPa

    conselho deliberatiVo - Para renoVao de 3 membros

    diretor administratiVo

    diretor de deFesa ProFissional

    diretor de relao deca/sobrac

    diretor de comunicao

    diretor de eVentos

    diretor da memria do deca

    diretor de relao institucional

    Departamento de Estimulao Cardaca Artificial

    Jornal DECA 1_2015.indd 5 23/3/2015 10:24:00

  • 6Capa

    Curitiba: lazer, gastronomia, histria e arte

    Comrcio e histriaRua XV de Novembro ou Rua das FloresEm 1972 foi transformada no primeiro calado do pas. O local um dos marcos da revoluo cultural de Curitiba. tambm um grande shopping a cu aberto e o ponto de encontro da cidade. Os visitantes podem encontrar nela um espao de lazer, trabalho, comrcio, cultura e histria.

    GastronomiaPortal de Santa Felicidade Para quem gosta de bons restaurantes italianos e arte-sanato, o bairro Santa Felicidade no pode ficar de fora do roteiro. Formado por imigrantes vneto e trentinos, o bairro recebe o nome em homenagem Dona Felicidade Borges, que doou parte de suas terras aos estrangeiros.Endereo: Avenida Manoel Ribas, s/n

    Parada obrigatriaJardim BotnicoInaugurado em 1991, uma das marcas registradas de Curitiba. A estufa, em estrutura metlica, abriga espcies botnicas que so referncia nacional, alm de uma fonte dgua. O Museu Botnico, dirigido por Gert Hatschbach, atrai pesquisadores de todo o mundo. Endereo: Rua Eng. Ostoja Roguski, s/nHorrios: das 06h00 s 19h30 Contato: (41) 3264-6994 (Administrao) / 3362-1800 (Museu)

    Restaurante Velho Madalosso

    ArteMuseu Oscar Niemeyer um espao dedicado exposio de Artes Visuais, Ar-quitetura, Urbanismo e Design. Em 11 anos de atividade, o Museu j realizou mais de 270 mostras nacionais, inter-nacionais e itinerantes. As exposies em cartaz esto no site www.museuoscarniemeyer.org.brEndereo: Rua Marechal Hermes 999 - Centro Cvico - CuritibaHorrios: Tera a domingo das 10h s 18hContato: (41) 3350-4400

    Jornal DECA 1_2015.indd 6 23/3/2015 10:24:02