Novo(a) documento do microsoft office word (7)

Click here to load reader

  • date post

    20-Jul-2015
  • Category

    Documents

  • view

    56
  • download

    1

Embed Size (px)

Transcript of Novo(a) documento do microsoft office word (7)

  • Noticias do Vereador (fonte arquivo) Quem tem trabalho

    mostra por Ricardo Baziotti.

    Vereador Catanese pede providncias no Parque Chico Mendes

    Email para contato: [email protected]

    Vereador Catanese pede providncias no Parque Chico Mendes

    Que se estude entrgear para iniciativa privada por meio de licitao

  • Aps analisar pessoalmente o Parque Chico Mendes, mais

    conhecido como Cristo Redentor, o presidente da Cmara

    Municipal de Amparo Rogrio Catanese estar encaminhando

    municipalidade, indicao solicitando a limpeza do local e os

    reparos dos bens danificados por atos de vandalismo.

    Os banheiros masculino e feminino esto danificados com os

    vidros quebrados, as paredes pichadas, faltam portas, torneiras e

    a sujeira, nem se fala, papel higinico espalhado no cho e o

    mau cheiro insuportvel.

    At uma tomada de eletricidade est exposta na entrada do

    banheiro masculino. O prprio pblico no pode ficar assim. L

    um ponto turstico e tem de ser conservado e mantido pela

    municipalidade. Como um turista pode usar esse banheiro?,

    perguntou o vereador.

    Catanese tm lutado para que a Prefeitura Municipal execute a

    pavimentao da entrada do Bairro Panorama Tropical. O local

    a entrada natural do bairro para quem vem no sentido

    centro/bairro e vice versa. Peo apenas trs metros de asfalto

  • em cada entrada, deixando o local melhor transitvel. Outra

    solicitao a construo de duas lombadas na Rua Arlindo Fava,

    que reduzir a velocidade no trecho que tem como principal

    referncia a UBS e a escola.

    As melhorias solicitadas pelos moradores do bairro acima citado.

    Tambm entregamos um novo pedido ao municpio para que

    estude alternativas para enquadrar o bairro Panorama Tropicais

    em projetos do Governo Federal para obras de asfalto.

    Diversas melhorias foram solicitadas como policiamento,

    construo de calada em reas da municipalidade e a limpeza

    de um terreno que de propriedade da prpria Prefeitura

    Municipal. O problema da calada na Arlindo Fava tambm

    precisa ser solucionado, porque a proprietria do terreno j

    autorizou a municipalidade mexer no local. Infelizmente, O local

    oferece riscos aos moradores, por tal razo e, levando-se em

    considerao ser pedido dos moradores, pedimos providncias.

    Como dissemos anteriormente, a questo do trnsito no

    municpio de Amparo preocupante. Alguns locais esto sem

    caladas. Tal fato extremamente perigoso, j que muitas

    crianas, jovens, idosos, homens e mulheres tm que andar na

    rua correndo riscos de acidentes com atropelamentos e possveis

    tragdias. Anteriormente, solicitamos a construo de uma base

    de concreto para o trevo de acesso, onde ficaria o orelho, o

    abrigo novo, o local bem iluminado que seriam benefcios pelos

    quais a populao do bairro, ficaria amparados pela Telefnica e

    pela Prefeitura Municipal. Tambm reiteramos em dizer que os

    benefcios que pleiteamos sero muito bem vindos aos usurios

    do servio pblico e aos moradores do Jardim Panorama Tropical

    e imediaes.

  • Catanese faz novo pedido ao Secretario Pasqual Lena e ao

    Prefeito Municipal para realizar a pavimentao da entrada do

    bairro panorama tropical

    Vereador quer melhorias na Concha Acstica da Praa Pdua

    Salles

    O vereador Rogrio Catanese est solicitando ao prefeito Jacob

    melhorias na Concha Acstica como: iluminao e pintura de

    palco e arquibancada, alm de um sistema de som para que a

    populao possa usufruir com mais freqncia do local. Seria

    importante a municipalidade realizar essas melhorias no local

    para que este possa ser mais utilizado por bandas, grupos ou

    shows (eventos), sem que tenham que pagar custos de taxa de

    palco, iluminao, entre outras questes burocrticas. Estas

    questes so muito simples e que, resolvidas, traro grandes

    benefcios culturais para a populao.

    O vereador encaminhou indicao a Prefeitura Municipal

    sugerindo a implantao do projeto infantil Vamos Brincar.

    Com certeza, atravs deste projeto, as crianas podero

    participar de uma srie de brincadeiras e jogos de regras simples.

    Os jogos e brincadeiras sero apresentados de diversas maneiras

    e as crianas sero convidadas a explicar

    CATANESE o autor do projeto infantil Vamos Brincar

  • suas regras aos colegas, tendo como apoio fotos e desenhos das

    brincadeiras. A finalidade desenvolver atividades infantis nos

    bairros de nosso municpio. As atividades sero aplicadas s

    crianas de 04 a 12 anos as quais sero: a queimada, pega-pega,

    amarelinha, peteca, corrida do saco, pula corda, nunca trs,

    esconde-esconde, pique bandeira, elstico, morto vivo, pega

    fruta, queimada ameba, me da rua, rio vermelho, batata

    quente, pega-pega, pega corrente, pega gelo, stop, jogo da

    velha, xadrez, forca, dama, pingue-pongue, pebolim, cabo de

    guerra, cobra cega, todas voltadas ao pblico jovem, que sero

    importantes na vida da criana, completando seu bem estar. O

    objetivo levar essas brincadeiras a todos os cantos do

    municpio.Inclusive, muitos pais e mes poderiam participar

    destas brincadeiras. um projeto familiar e deve ter a saudvel

    participao dos pais. Por isso, fica uma sugesto para o dia das

    crianas, talvez.

    Conhea o trabalho do vereador Catanese ESCOLA SEGURA

  • Como vereador tenho feito um trabalho srio na rea da

    educao, bem como em outras reas necessrias do municpio,

    os quais tm observado no dia a dia, ouvindo sempre a

    populao. Um deles o projeto que solicitei ao Prefeito

    Municipal, sendo oficiado ao Municpio requisitando o seguinte:-

    Implantao do projeto Escola Segura no municpio de Amparo.

    O vereador em ateno aos ltimos acontecimentos em nossa

    cidade e os antigos, enviou ao Prefeito Jacob, a sugesto do

    Projeto Escola Segura para que atravs do departamento

    competente, possam ser realizados estudos de viabilidade para

    implantao de Projeto de Segurana para escolas municipais,

    estaduais e particulares, atravs de convnio. Catanese alertou

    que na Cmara Municipal o projeto teria o apoio dos vereadores,

    j que precisa de autorizao do legislativo.Entende do vereador

    que havendo a necessidade e ela existe, a segurana pode ser

    terceirizada, especialmente em escolas municipais.

    Atualmente o problema da segurana amplamente discutido

    por nossa populao, bem como entre os vereadores, membros

    da Polcia Civil e Militar e ainda no prprio judicirio e, assim,

    uma tentativa segura de aumentar o policiamento na porta das

  • escolas, sendo que por motivos alheio a municipalidade e ao

    Comando da PM, o baixo efetivo policial um problema a ser

    vencido. Entretanto, muitas so s vezes que por falta deste

    efetivo, tanto a GCM e a prpria PM no conseguem aumentar

    as rondas policiais que so os instrumentos de conteno e de

    represso violncia. Infelizmente, temos visto mais atualmente

    alguns casos conhecidos na mdia de violncia escolar nos

    estados, e na semana passada aqui em Amparo. Ocorre que,

    entendemos que so problemas que podem ser resolvidos com

    apenas um investimento: Educao. Porm, como forma de

    reduzir problemas de violncia nas escolas, sugerimos estudos

    de viabilidade para implantao do projeto "ESCOLA SEGURA "

    que seria uma parceria Prefeitura Municipal (GCM- Escolas

    Municipais); Estado (PM, Escolas Estaduais); Escolas Particulares,

    aqui seria oferecido a terceirizao do servio de segurana na

    frente das escolas, pois apenas a Ronda Escolar no est sendo

    suficiente para conter brigas, e demais delitos, principalmente a

    orientao do trnsito especialmente nos horrios de entrada e

    sada. No que diz respeito ao problema da falta de rondas,

    sabemos que a PM tanto a GCM, tem feito um grande trabalho

    porm a falta de efetivo a grande barreira. Catanese tambm

    pediu o envio de ofcio s instituies envolvidas para que

    possamos realizar um amplo debate sobre o tema Segurana

    Pblica, melhorias e metas a serem atingidas, e o projeto a ser

    iniciado que hoje est idealizado, o "Escola Segura". Justifica ao

    final que, a constituio do Brasil, diz que a segurana um

    direito de todos, e cabe ao estado promov-la. Alguns casos em

    Amparo, tem chamado ateno de todos, educadores,

    gestores, policiais civis, militares e vereadores, esto cientes do

    acontecimento. E sendo assim, temos por obrigao nos

    aprofundar nos problemas e solues. Sabemos que a segurana

  • indelegvel, porm, apenas na frente da escola poderia ser

    uma garantia aos pais de alunos, direo da escola, professores

    e aos alunos de que segurana deles uma prioridade. Outra

    questo levantada foi a implantao da GCR Guarda Civil Rural e

    o novo concurso dos Guardas Civis Municipais.

    PRAA PDUA SALES RECEBE MELHORIAS

    A Secretaria Municipal de Manuteno e Servios realizou

    importante limpeza na Praa Pdua Salles com a poda de galhos

    de rvores que inibiam a luminosidade em toda rea da praa. A

    poda do mato e retirada de entulho tambm foi realizado

    deixando aquela rea de lazer em melhores condies de uso por

    parte da populao, ainda mais que a praa bastante

    frequentada pela populao e moradores das imediaes.

    Prefeitura executa manuteno na Praa Igncio Pupo

    Vereadores e Presidente da Cmara conseguem verba de R$

    300 mil

    Atravs de emenda parlamentar o deputado federal Ricardo

    Tripoli estar encaminhando a pedido do presidente da Cmara

    Municipal de Amparo, Rogrio Catanese verba parlamentar de

    R$ 300 mil reais.

    O vereador foi informado em 28 de novembro de 2012, que a

    presente emenda tem por objetivo melhorar a infra-estrutura do

    municpio de Amparo, sobretudo a pavimentao asfltica e as

    caladas para pedestres dispostas pela cidade. Agradeo o

    deputado em nome de toda a populao que no mede esforos

  • para a cidade de Amparo. O deputado pediu ao vereador

    Catanese que transmitisse os parabns ao prefeito Jacob e disse

    que est disposio de Amparo em Braslia.

    Catanese pediu ateno s entidades protetoras de animais de

    Amparo, como a SOSAFRA. Os vereadores Daia, Joo Marcelo e o

    vereador Catanese estavam presentes.

    Catanese est sugerindo ao Secretario Pasquale Lena e ao Paulo

    Marinho as sinalizaes de cho tipo adesivo, alm de mais

    barato, mais resistente. Nossa ideia, fazer a preveno de

    acidentes em estacionamento ou na entrada de empresa com os

    redutores de velocidade oferecidos pela tecnologia.

    De calotas redutoras de velocidade a taches e segregadores,.

    Atualmente, vrias empresas trabalham com este servio. A

    sinalizao pode evitar a velocidade mxima e os locais de

    estacionamento para portadores de deficincia fsica. Alm do

    que, a lombada de borracha que evitam acidentes impedindo

    trfego veloz de veculos, tem alta visibilidade, com fita refletiva

    que permite percepo noturna e de Fcil instalao, pois tem o

    material fornecidas e tem possibilidade de adequao a

    qualquer tamanho de via.

    Catanese est sugerindo ao Secretario Pasquale Lena e ao Paulo

    Marinho as sinalizaes de cho tipo adesivo e lombada de

    borracha

  • Conhea o projeto Escola Segura para o municpio de Amparo

    Anteriormente, o vereador Catanese tinha elaborado um plano

    de estudos e encaminhado ao Prefeito Municipal, sendo que este

    estudo de viabilidade para implantao de projeto de segurana

    para escolas municipais, estaduais e particulares era composto

    no projeto escola segura.

    o vereador em ateno aos ltimos acontecimentos em nossa

    cidade e os antigos, enviou ao Prefeito Jacob, a sugesto do

    Projeto Escola Segura para que atravs do departamento

    competente, possam ser realizados estudos de viabilidade para

    implantao de Projeto de Segurana para escolas municipais,

    estaduais e particulares, atravs de convnio. Catanese alertou

    que na Cmara Municipal o projeto teria o apoio dos vereadores,

    j que precisa de autorizao do legislativo. Entende do vereador

    que havendo a necessidade e ela existe, a segurana pode ser

    terceirizada, especialmente em escolas municipais. Atualmente o

    problema da segurana amplamente discutido por nossa

    populao, bem como entre os vereadores, membros da Polcia

  • Civil e Militar e ainda no prprio judicirio e, assim, uma

    tentativa segura de aumentar o policiamento na porta das

    escolas, sendo que por motivos alheio a municipalidade e ao

    Comando da PM, o baixo efetivo policial um problema a ser

    vencido. Entretanto, muitas so s vezes que por falta deste

    efetivo, tanto a GCM e a prpria PM no conseguem aumentar

    as rondas policiais que so os instrumentos de conteno e de

    represso violncia. Infelizmente, temos visto mais atualmente

    alguns casos conhecidos na mdia de violncia escolar nos

    estados, e na semana passada aqui em Amparo.

    Ocorre que, entendemos que so problemas que podem ser

    resolvidos com apenas um investimento: Educao. Porm,

    como forma de reduzir problemas de violncia nas escolas,

    sugerimos estudos de viabilidade para implantao do projeto

    "ESCOLA SEGURA " que seria uma parceria Prefeitura Municipal

    (GCM- Escolas Municipais); Estado (PM, Escolas Estaduais);

    Escolas Particulares, aqui seria oferecido a terceirizao do

    servio de segurana na frente das escolas, pois apenas a Ronda

    Escolar no est sendo suficiente para conter brigas, e demais

    delitos, principalmente a orientao do trnsito especialmente

    nos horrios de entrada e sada.

    No que diz respeito ao problema da falta de rondas, sabemos

    que a PM tanto a GCM, tem feito um grande trabalho porm a

    falta de efetivo a grande barreira. Catanese tambm pediu o

    envio de ofcio s instituies envolvidas para que possamos

    realizar um amplo debate sobre o tema Segurana Pblica,

    melhorias e metas a serem atingidas, e o projeto a ser iniciado

    que hoje est idealizado, o "Escola Segura". Justifica ao final que,

    a constituio do Brasil, diz que a segurana um direito de

  • todos, e cabe ao estado promov-la. Alguns casos em Amparo,

    tem chamado ateno de todos, educadores, gestores, policiais

    civis, militares e vereadores, esto cientes do acontecimento. E

    sendo assim, temos por obrigao nos aprofundar nos

    problemas e solues. Sabemos que a segurana indelegvel,

    porm, apenas na frente da escola poderia ser uma garantia aos

    pais de alunos, direo da escola, professores e aos alunos de

    que segurana deles uma prioridade. Outra questo

    levantada foi a implantao da GCR Guarda Civil Rural e o novo

    concurso dos Guardas Civis Municipais. Catanese s espera que

    o projeto no seja descartado e sim, seja analisado com a devida

    consistncia que o caso requer. Sobre o concurso da GCM o

    vereador j soube que novos guardas sero alocados atravs de

    concursos.

    O vereador Rogrio Catanese atravs de vrios requerimentos e

    indicaes vem constantemente solicitando junto Prefeitura

    para que diante de muitos casos de abuso, das instituies

    bancarias em todo o territrio brasileiro, no que toca sobre o

    atendimento ao cliente, por meio do decreto n 45.939/2005, a

    Lei n 13.948/2005, que obriga as agncias bancrias e demais

    estabelecimentos de crdito a disponibilizar aos usurios

    nmero suficiente de

    Vereador luta pelo fim das filas nas agncias bancrias

  • funcionrios no setor de caixas, a fim de dar melhor atendimento

    aos seus clientes para que se tome providncias a respeito da lei

    que dispe sobre filas em agncias bancrias.

    Embora uma Lei Municipal estabelea um tempo mximo de 30

    minutos para espera em filas, o que se v diariamente nas

    agncias bancrias o desrespeito legislao. Essa espera vai

    muito alm dos 30 minutos, muitos casos, chega a passar de uma

    hora e meia. No entender do vereador situao nas agncias

    critica, por isso, pedimos a ateno da Prefeitura Municipal no

    sentido de estar fiscalizando esta situao. Sobre o tema, os

    tribunais superiores j decidiram sobre a questo.

    Catanese sugere estudo de viabilidade para retorno de mo

    dupla na rua Monsenhor Pedro dos Santos

    Catanese est pedindo que o Departamento de Trnsito realize

    estudo tcnico quanto possibilidade de a referida via retornar a

    receber veculos nos dois sentidos tentando reduzir o deles na

    Rua Dr. Arruda que muito grande, alm do que muitos outros

    veculos ingressam velas vias de acesso ao Bairro do Ribeiro. O

    estudo tcnico vai mostrar a possibilidade ou no do pedido.

    Na verdade, o retorno da mo dupla na via

  • Monsenhor Pedro dos Santos possibilitaria reduzir a

    trafegabilidade da Dr. Arruda, uma vez que, os motoristas tm

    que ingressar nesta ltima, quando necessitarem entrar na

    Bernardino de Campos, sentido Rua 13 de Maio, Bairro x Centro)

    ou Circuito das guas que acesso ao inicio da Avenida da

    Saudade. Ainda assim, a velocidade dos veculos, das

    motocicletas, caminhes, vindo da Rua Monsenhor Pedro dos

    Santos e do incio da Rua Dr. Vasco de Toledo esto preocupando

    em muito os moradores da Rua Dr. Arruda. Acredito que uma

    lombada no incio da Dr. Arruda deixaria o local mais seguro.

    Outra situao a reforma da lombada que est quebrada na Dr.

    Arruda. Estivemos na rua conversando com muncipes que esto

    preocupados com o nmero de carros e motocicletas que por ali

    passam todos os dias deixando o local perigoso aps as reformas

    no trnsito, que trouxeram perigo no trfego de veculos pelo

    Ribeiro. Outra possibilidade seria a opo de ingressar na Rua

  • Manoel Heitor, com destino Rua Rio Branco, no ingressando

    na Dr. Arruda possibilitando reduzir o nmero de veculos no

    local.

    Catanese pediu urgncia a Prefeitura Municipal disponibilidade

    de recursos as entidades filantrpicas e de utilidade pblica de

    reconhecido valor social

    Catanese est solicitando concesso de subveno financeira a

    companhia Arteatrando para que ela possa continuar seu

    trabalho junto ao Teatro, inclusive com o pagamento do aluguel

    de onde se apresenta, ou seja, onde est estabelecida. Lembra o

    vereador que seria importante a disponibilizao de local para

    que o grupo possa desenvolver o trabalho com grande xito em

    nosso Municpio, j que este trabalho tm reconhecimento

    estadual e nacional.

    No de hoje que este grupo de teatro luta para ter

    reconhecimento junto a Prefeitura Municipal, todavia, sem

    xitos. Aps a reunio em que este vereador participou junto

    com o Prefeito Municipal, a pedido do grupo Arteatrando que

    precisa de uma ajuda para que possa continuar a desenvolver os

    trabalhos educacionais, culturais que o teatro evidentemente o

    fazem. O terreno seria muito importante ao grupo e a cultura

    amparense. Tambm falo em nome do Grupo Abad e aos

    demais capoeiristas que no tem a ajuda merecida, ajuda esta

    que espero ter durante o restante do exerccio de 2013 e 2014.

    Cito por exemplo, o karat, o jud, a associao Fazendo Arte

    (construindo um sonho), um sonho que tambm merea uma

    ateno da municipalidade. Em justificativa o vereador Catanese

    esclarece que as entidades municipais de utilidade pblica

    merecem o melhor tratamento possvel tanto da Prefeitura

    como de toda a sociedade. Temos exemplos da Sociedade So

  • Vicente de Paula, Associao Damas de Caridade, Companhia

    Arteatrando e tantas outras que so essenciais ao

    desenvolvimento social, econmicos e prestativos ao ser

    humano, ajudando o prximo e o intelecto de cada pessoa.

    Portanto peo ao Prefeito Municipal que ao conceder a

    subveno proceda de forma imparcial e apoltica, posto que

    todas desempenhem um grande trabalho de orientao em cada

    respectivo campo de trabalho. Na data de hoje, o Secretrio

    Mrio Auler, comunicou ao vereador que estar estudando o

    local para construo do teatro em conjunto com o Prefeito

    Municipal e que possivelmente ser no Jardim Paulistano e

    estar comunicando a imprensa mais detalhes da obra, do

    projeto e que a apresentao do projeto o qual ser chamando a

    Cia de Teatro e os demais integrantes da reunio passada.

    O Plano Nacional da Educao - PNE, institudo para o decnio

    2011-2020, apresenta 10 (dez) diretrizes objetivas e 20 (vinte)

    metas, acompanhadas das estratgias especficas de

    concretizao. O texto proposto prev formas de a sociedade

    monitorar e cobrar cada uma das conquistas previstas no PNE.

    Tanto as metas quanto as estratgias privilegiam iniciativas para

    todos os nveis, modalidades e etapas educacionais. Alm disso,

    h estratgias especficas para a incluso de minorias, como

    alunos portadores de necessidades especiais, indgenas,

  • quilombolas, estudantes do campo e alunos em regime de

    liberdade assistida. Posto isto, necessrio dizer que a

    Associaes de Paes e Amigos dos Excepcionais (APAES) realizam

    trabalho de expressiva importncia em todo Pas, promovendo a

    ateno integral pessoa portadora de necessidades especiais,

    prioritariamente quela com deficincia mental. As APAES se

    fazem presentes em dois mil municpios do Pas e tm exercido

    papel fundamental nas conquistas dos direitos das pessoas

    portadoras de necessidades especiais e sua incluso social,

    chegando hoje a atender mais de 240 mil pessoas. No Estado de

    So Paulo, especificamente, so 307 APAES. Entrementes, h em

    tramitao uma proposta de substituio ou modificao no

    texto atual do Plano Nacional de Educao (PNE), na Meta 4, que

    prev o fim das escolas de educao especial filantrpicas no

    Pas, como as APAES, p.ex. Sendo assim, nos manifestamos

    favoravelmente manuteno do texto original, que prev a

    opo das pessoas com deficincia intelectual serem

    matriculadas nas escolas de educao especial. Entendemos que

    acabar com as escolas especiais seria um retrocesso nas

    conquistas das pessoas portadores de necessidades especiais,

    notadamente quelas com deficincia mental, e desconsideraria

    toda a experincia e trabalhos cientficos realizados em todos os

    anos de atuao. Tambm sabemos que os Governos no tm

    condies de absorver com a mesma eficincia e competncia o

    trabalho com todos os alunos assistidos atualmente pelas APAES.

    Ao longo desses anos, as APAES tm se estruturado de forma a

    atender e adaptar-se s necessidades daqueles que buscam

    atendimento nesse segmento. Ademais, so os pais que

    realmente conhecem as necessidades de seus filhos e tm o

    direito de escolher as escolas em que querem matricul-los. Nem

    eles, nem seus filhos, muito menos os professores das escolas

  • comuns desejam o fim das escolas especiais. Manter as APAES de

    portas abertas mais uma misso de garantia de direitos e de

    respeito pessoa portadora de necessidades especiais. Tambm

    acreditamos que a incluso um processo, que deve ocorrer de

    forma responsvel e gradual, para que o aluno com necessidades

    especiais no se sinta alijado do processo inclusivo, entendendo

    que, mesmo com uma mudana estrutural, em muitos casos a

    escola regular no ter condies de oferecer a todos estes

    alunos a mesma qualidade e eficincia conquistada pelas APAES

    ao longo dos anos. Diante do exposto, apresentamos esta

    MOO DE APELO ao Senhor Presidente do Senado, Renan

    Calheiros (PMDB-AL) e ao Senhor Presidente da Cmara dos

    Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) para que, na

    votao do Plano Nacional da Educao, viabilizem a substituio

    do texto proposto na Meta 4, que exclui a possibilidade de

    financiamento para as escolas especiais, impedindo a

    continuidade dos atendimentos que so oferecidos aos alunos

    portadores de necessidades especiais.

  • Catanese faz moo de apelo Associaes de Paes e Amigos dos

    Excepcionais (APAES).

    Catanese apresenta moo que Manifesta apoio ao Sindicato

    dos Tcnicos da Fazenda do Estado de So Paulo.

    Com a edio da Lei Complementar n 1.122, de 30 de junho de

    2010, os Tcnicos de Apoio Arrecadao Tributria do Estado

    de So Paulo, passaram a constituir uma nova carreira,

    cognominada "TCNICO DA FAZENDA ESTADUAL". Atravs do

    Ofcio n 0052/2013, o "Sindicato dos Tcnicos da Fazenda

    Estadual do Estado de So Paulo - SITESP", encaminhou sua

    Excelncia, o Sr. Andra Sandro Calabi, Secretrio de Estado da

    Fazenda, alis, est moo de fundamental importncia a

    implantao a carreira de tcnica da fazenda estadual.

    A reivindicao tem o objetivo de melhorias e ajustes na Lei

    Complementar aqui referida, cuja pauta reivindicatria

    composta de 06 justificativas, cujo ter ali inserto adotamos para

    compor a presente Moo de Apoio ao Ofcio n 052/13. No

    mbito da Secretaria da Fazenda Estadual, compete carreira

    prestar apoio tcnico e administrativo, onde exerce atividades

    relacionadas arrecadao tributria, atendimento e orientao

    ao contribuinte e profissionais com atuao na rea tributria,

    folha de pagamento, bolsa eletrnica, administrao fazendria,

    dentre outras. Os Tcnicos da Fazenda Estadual atuam nos

    POUPATEMPOS nas lojas da Secretaria da Fazenda, Servios de

    Pronto Atendimento da Fazenda (SPA) nos Municpios, Unidades

    de Atendimento ao Pblico (UAPs) tambm nos Municpios,

    mediante a existncia de convnios. O trabalho desenvolvido

    pelos TEFES interfere diretamente no incremento da arrecadao

    do Estado, onde o resultado da arrecadao do ICMS e IPVA

    tambm reflexo do desempenho e participao direta do

  • indispensvel trabalho desenvolvido por estes profissionais nas

    diversas unidades da Secretaria da Fazenda. Assim, a importncia

    dos tributos arrecadados no s beneficia o Estado, mas

    principalmente os Municpios do Estado de So Paulo. Dessa

    forma, portanto, manifestamos nosso apoio incondicional ao

    movimento perpetrado pelo "Sindicato dos Tcnicos da Fazenda

    Estadual do Estado de So Paulo - SITESP" que, atravs do Ofcio

    n 052/2013, discorre sobre a pauta de reivindicaes da

    categoria. Que cpia desta Moo seja encaminhada ao

    Excelentssimo Senhor Governador do Estado de So Paulo, Dr.

    Geraldo Alkimin, ao Excelentssimo Sr. Secretrio de Estado da

    Fazenda, Andrea Sandro Calabi e ao Sindicato dos Tcnicos da

    Fazenda Estadual do Estado de So Paulo - SITESP, para

    conhecimento, anlise e atendimento s reivindicaes.

    O vereador Rogrio Catanese esteve recebendo uma muncipe

    que mora na residncia ao lado da Praa da Bandeira, centro de

    Amparo. Segundo ela, a reclamao se refere Praa.

  • PRAA DA BANDEIRA, REQUER MANUTENO

    Estivemos no Parque Chico Mendes em visita ao local que

    ponto turstico de nossa cidade. A situao que encontramos o

    local de turismo est preocupante. Assim, sugerimos ento que a

    Secretaria de Manuteno e Servios, encaminhe ao Parque

    Chico Mendes, no Cristo Redentor, equipe para executar a

    limpeza de toda rea que se encontra com muitas folhas e mato,

    inclusive o playground e o escado de acesso a imagem do

    Cristo.