Palmeiras x Flamengo (PI)

Click here to load reader

  • date post

    23-Mar-2016
  • Category

    Documents

  • view

    221
  • download

    1

Embed Size (px)

description

Edição 5 Copa do Brasil 25/02/2010

Transcript of Palmeiras x Flamengo (PI)

  • MATCH DAYP R O G R A M A O F I C I A L

    Nmero 5 - Fevereiro de 2010

    25/2/2010 Quinta-feiraCopa do Brasil

    21h30Palestra Itlia

    So Paulo - SPVs

    Antnio Carlos vence o clssico, e parte rumo a vaga na

    Libertadores - pg. 6

    Wendel d conta do recado nas

    lateraispg. 8

    Edinho ensina como superar

    desafios pg. 12

    Com moral

  • 4 PROGRAMA OFICIAL

    EDITORIALA atual diretoria do PALMEIRAS age pensando ex-

    clusivamente no bem do VERDO. Deu oportunidade a Muricy Ramalho, um tcnico consagrado. Permitiu-lhe todo o trabalho de pr-temporada e a indicao de alguns jogadores. Foi ao limite. No deu liga, mas a vida segue.

    Muita gente aproveitou-se do fato e no econo-mizou crticas. Gente do prprio clube, que se diz a favor do PALMEIRAS, falou at em chutar cachorro-morto, de olho nas prximas eleies. Gente que nun-ca colocou o PALESTRA numa rota promissora, voltada para a estabilidade financeira a mdio prazo via nova arena e CT completo para as categorias de base.

    Ento, eis que chega Antnio Carlos. Como

    zagueiro, ele sentiu na pele o que vestir a camisa al-viverde e conquistou uma srie de ttulos, na dcada de 90. A carreira de treinador est no incio, mas a seu favor conta a experincia como diretor tcnico.

    Antnico Carlos tem a linguagem dos boleiros e est disposto a vencer no novo ofcio. Ele chegou dan-do moral ao elenco, colocando cada jogador em sua posio de origem, recuperando atletas que estavam esquecidos. Teve coragem para dirigir o time logo no clssico contra o So Paulo e saiu vitorioso.

    A 6 edio da MACTH DAY traz tambm detalhes da trajetria de vida de Edinho. Pasmem: o zagueiro/volante despontou para a carreira profissional aps participao em uma derrota catastrfica de 9 a 0. Mo-tivo para desistir? Jamais, o cara perseverante!

    A revista, que permanece distribuda na sede so-cial, destaca Wendel. Um parceiro mesmo, sempre disposto a colaborar, seja na marcao ou no apoio ao ataque. Pelo lado direito, no meio ou pela esquerda.

    Boa leitura!

    QUANDO SURGE O ALVIVERDE IMPONENTE

    Giuseppe GalianiEDITOR CORNETEIRO FANTICO

    EXPEDIENTEO MATCH DAY, Programa Oficial, uma publicao da

    G8 Gesto Esportiva e Futebol Tour autorizada pela Sociedade Esportiva PALMEIRAS.

    Conselho Editorial: Diego Ragonha,

    Fernando Figueiredo Guilherme Figueiredo, Luis Fernando Dias e

    Paulo Sanches Textos:

    Alexandre de AquinoMTB 53110

    Camila GoytacazMTB 32222

    Pesquisa de fotos:Alex Siriani

    Fotografias:Futura Press

    Daniel Augusto e Renato Cordeiro

    Edio de Arte: Joh Stcheraws e

    Vitor Fontes

    Contatos Comerciais:Paulo Sanches(11) 7833-8063Daniel Camillo(11) 4191-7949

    Impresso:Grfica Daleffi

    Tiragem: 10.000 exemplaresEsclarecimentos: Diferentemente do publicado, nossa edio anterior foi a de nmero 5. At o fechamento da mesma, Muricy Ramalho permanecia como tcnico do VERDO. O Choque-Rei de 30/8/2009 terminou na verdade So Paulo 0 x 0 Palmeiras.

  • COPA DO bRAsIL

    POR uMA NOVA ERAANTNIO CARLOS, AGORA TREINADOR,

    BUSCA O SUCESSO DA POCA DE zAGUEIRO NO CLUBE

    Antnio Carlos zago est de volta ao PALMEIRAS. Agora, como treinador do VERDO, no lugar do nosso ex-comandante Muricy Ramalho. Mas o que preciso para ele ter sucesso frente do nosso esquadro?

    Essa pergunta bem fcil de responder. Basta apenas que ele repita os feitos da poca de zagueiro no clube. Antnio Carlos defen-deu a nossa camisa com muita honra e garra, tendo levantado taas importantes como as do bicampeonato Paulista (1993/1994) e as do bicampeonato brasileiro (1993/1994).

    Desde seu incio, no So Paulo Antnio Carlos demonstrou categoria, sem deixar de ser viril. O zagueiro foi campeo da Libertadores, em 1992. Acabou

    negociado com o Albacete (ESP), onde atuou apenas seis meses antes de vir a fazer a alegria dos nossos torcedores.

    O homem passou tambm pela Seleo Brasileira.

    No total foram 188 jogos pelo PALMEI-RAS, com 114 vitrias, 38 empates e 36 der-rotas. Fez oito gols. Ele defendeu tambm Corinthians e Santos. Encerrou a carreira no Peixe, foi dirigente no Corinthians, mas se en-controu como tcnico no So Caetano.

    Agora ter um novo desafio no VERDO. J comeou bem, colocando cada jogador em sua real posio e vencendo o clssico

    contra o So Paulo. Esperamos que seus nmeros impres-sionem tanto como na poca em que era jogador.

    Histrico

    15 edies participou o PALMEIRAs

    ger

    alm

    and

    ante

    visi

    tan

    te

    6 PROGRAMA OFICIAL

    NO GRAMADO EM QUE A LUTA O AGUARDA

    86 jogos

    41 jogos

    45 jogos

    46vitrias

    26vitrias

    20vitrias

    23 empates

    10 empates

    13 empates

    17 derrotas

    5 derrotas

    12 derrotas

    O PALMEIRAS BUSCA O SEGUNDO TTULO NA COMPETIO E A

    VAGA NA LIBERTADORES

    Curiosidades

    O PALMEIRAS chegou 2 vezes final da Copa do Brasil, ambas diante do Cruzeiro, sendo vice-campeo em 1996 e campeo em 1998.

    8 a 0 foi a maior goleada do VERDO na com-petio. Ela ocorreu em 1996 diante do Sergipe/SE.

    10 gols anotaram Paulo Nunes e Evair, os maiores artilheiros do clube no torneio nacional.

    Histrico do confronto

    1978 PALMEIRAS 3x0 Flamengo-PI - Brasileiro1980 Flamengo-PI 1x4 PALMEIRAS Brasileiro2010 - Flamengo-PI 0x1 PALMEIRAS Copa do Brasil

  • NOssA CAsA

    CANTA E VIbRAQuando a famlia palmeirense est em festa, a

    experincia no estdio se torna memorvel. O joga-dor se inflama, o time todo se empolga e a chance de vitria maior. Faa sua parte:

    Compre seu ingresso de forma antecipada e/ou pela internet;

    Leve troco, caso v adquirir a entrada nas bilheterias do Palestra;

    Respeite a fila e mantenha a ordem;

    Cante apenas em prol do time ou de seu dolo. Evite provocaes;

    Esquea os rojes e sinalizadores. Eles podem provocar acidentes;

    Sente no lugar marcado previsto no ingresso;

    Se consumir alimentos, busque uma lixeira para dispensar papeis e plsticos;

    Quando usar o banheiro, colabore para a higiene do local.

    Estdio: Palestra Itlia (So Paulo SP)Capacidade atual: 27.650 lugares

    Curiosidades1 jogo:PALESTRA ITLIA 5 x 1 InternacionalData: 21 de abril de 1917rbitro: Nestor Pedroso de CarvalhoPalestra Itlia: Flosi, Bianco, Grimaldi, Bertolini, Picagli, Fabbi, Caetano, Minis-tro, Heitor, Severino, Martinelli.Gols: Ministro (2), Caetano (2), Heitor, Severino.

    Recorde de Pblico:40.283 pagantesPALMEIRAS 1 x 0 XV de PiracicabaData: 18 de agosto de 1976 - Deciso Paulistorbitro: Romualdo Arppi FilhoPalmEIras: Leo, Valdir, Samuel, Arouca, Ricardo, Pires, Ademir da Guia, Edu, Jorge Mendona, Toninho, Nei.Gol: Jorge Mendona.

    EI,

    PALMEIRAS MINHA VIDA VOC!

    PALMEIRAS MINHA VIDA VOC!

    PALMEIRAS MINHA VIDA VOC!

    EI...

    7 PROGRAMA OFICIAL

    Dados oficiais

  • 8 PROGRAMA OFICIAL

    SABE BEM O QUE VEM PELA FRENTE

  • 9 PROGRAMA OFICIAL

    As chances esto sempre pintando para Wendel. Com Muricy Ramalho, ele virou o dono da lateral es-querda do VERDO. Com Antnio Carlos, aparente-mente avesso s improvisaes, ocupa inicialmente a lateral direita.

    Nosso curinga PALMEIRENSE, que volante de origem, no liga para apenas uma posio. Ele quer mesmo jogar. Eu estou sempre disposio do trei-nador para ajudar onde for preciso, diz Wendel.

    A funo que mais lhe d trabalho jogar pelo lado esquerdo. Por isso, o atleta tem treinado exaus-tivamente o aperfeioamento de seu chute com a perna esquerda, j que ele destro. Estou com con-fiana para fazer os cruzamentos com a esquerda e tem outra: ainda posso levar a bola para dentro e chutar de direita, explica.

    Como inspirao, Wendel tem Daniel Alves, late-ral-direito do Barcelona (ESP) tambm j teve o gos-tinho de jogar pelo lado esquerdo diante da frica do Sul, na Copa das Confederaes do ano passado. difcil porque algumas vezes no sei onde est o lado do campo. mas o importante ajudar e se sentir de al-guma maneira til para o grupo, d receita o jogador da Seleo Brasileira,.

    Se a tarefa no simples, existem exemplos de que possvel sim um destro conseguir fazer suces-so pelo lado esquerdo. O maior deles Jnior, que brilhou na equipe do Flamengo nos anos 1980 e na Seleo Brasileira, ao lado de zico. Alis, Jnior, as-sim como Wendel, tambm atuava em vrios setores do campo antes de se encontrar na lateral esquerda. Comecei como cabea de rea e, no dia em que o late-ral-direito, o Garrido, se machucou, joguei ali e fui bem. No sa mais do time e depois mudei de lado, recorda o craque flamenguista.

    Wendel nasceu em Itapetinga, na Bahia. Comeou a carreira no Unio Mogi (SP) e passou por Iraty (PR), Palmeiras B e Juventus (SP), antes de ir para a equipe principal do VERDO. O jogador foi uma indicao do tcnico Marcelo Villar, com quem traba-lhou no Palmeiras B. Desde que subiu para o elenco principal, a versatilidade tem sido a sua marca.

    Apesar disso, agora Wendel concentra esforos em ganhar de vez a condio de titular da lateral-di-reita. Para tanto, precisa aprimorar especialmente os cruzamentos. Futebol moderno assim, voc precisa se preparar para vrias situaes. bom ter jogadores versteis, que ajudam em momentos difceis. sempre me coloco disposio, refora.

    CuRINGA DO VERDOVERSTILIDADE CREDENCIA

    WENDEL A QUALQUER UMA DAS LATERAIS

    WENDEL NO VERDOPALMEIRAs

    148 jOGOs

    TTuLOs

    2008: Campeo Paulista2005: Campeo Trofu Centenrio do Estudiantes de La Plata-ARGVice-Campeo Paulista A-32004: Campeo Trofu Cristal - Torneio China-Brasil2000: Vice-Campeo Paulista B-2

    PALMEIRAs b

    94jOGOs

    No principal, ele ainda no fez gol. A sua estreia foi pela Libertadores, em 2006, contra o So Paulo.

    Wendel marcou trs gols vestindo a cami