Eixos do pensamento de Edgar Morin

Click here to load reader

  • date post

    14-Dec-2014
  • Category

    Education

  • view

    813
  • download

    13

Embed Size (px)

description

Seminário sobre os eixos do pensamento de Edgar Morin

Transcript of Eixos do pensamento de Edgar Morin

  • 1. EDGAR MORIN Os eixos do pensamento complexo

2. OS EIXOS DO PENSAMENTO INFLUNCIAS: SOCIOLOGIA, FILOSOFIA E HISTRIA Morin sempre relaciona cultura, sociologia e poltica em seus estudos; Conviveu com um universo de incertezas e das perdas ainda muito cedo. Relao entre razo e afetividade. Sua formao terica e acadmica dialoga com diversas reas do conhecimento humano. Graduou-se em Histria, Geografia, Direito. Desenvolveu tambm estudos nas reas de Cincia Poltica, Sociologia, Filosofia e Economia. 3. OS EIXOS DO PENSAMENTO INFLUNCIAS: SOCIOLOGIA, FILOSOFIA E HISTRIA Friedrick Hegel Thedor Adorno Max Horkheimer Max Weber Michel Montaigne Karl Popper Pierre Bourdieu Ernst Cassirer Cornelius Castoriadis Hannah Arendt Noel Chomsky Georges Dumezil Michel Foucault Mircea Eliade Martin Heidegger Edmund Husserl Michel Maffesoli Antnio Damsio Jean Baudrillard Thomas Kuhn Jurgen Habermas 4. OS EIXOS DO PENSAMENTO DIMENSES DO HUMANO Homo Sapiens Inteligncia, Racionalidade Homo Demens Capaz de loucuras Homo Fabers Tcnicas do fazer, da produo Homo Economicus - Age em funo do seu interesse econmico Homo Mitologicus Vive em funo de crenas e mitos Homo Ludens que joga, consome, desperia Eu digo que o homo sapiens ao mesmo tempo o homo demens, capaz das maiores loucuras, at as mais criminosas, as mais insensatas. No se pode separar os dois, porque entre os dois circula a afetividade, o sentimento, no existe racionalidade pura, at o matemtico completamente dedicado racionalidade matemtica o faz com paixo." 5. OS EIXOS DO PENSAMENTO AS TRS TEORIAS 1969/70 Instituto Salk Califrnia Inicia-se na trs teorias que considera interpenetrantes e inseparveis: a ciberntica, a teoria dos sistemas e a teoria da informao. 1977 1980 Publicao de La Mthode: La Nature de la Nature, no qual procura apresentar um conhecimento enciclopedante ao invs de enciclopdico ou seja, que pe em ciclo os conhecimentos dispersos a fim de que faam sentido, ligando-se uns aos outros e introduz A epistemologia da complexidade. 6. OS EIXOS DO PENSAMENTO OS OPERADORES DE COMPLEXIDADE Operador dialgico Envolve coisas que aparentemente esto separadas Razo e emoo Sensvel e inteligvel O real e o imaginrio A razo e os mitos A cincia e a arte Operador recursivo Na recursividade a causa produz um efeito, que por sua vez produz uma causa. Somos produto de uma unio biolgica, entre um homem e uma mulher e por nossa vez seremos geradores de outras unies. 7. OS EIXOS DO PENSAMENTO OS OPERADORES DE COMPLEXIDADE Operador hologramtico Trata de situaes em que voc no consiga separar a parte do todo A parte est no todo, assim como o todo est na parte. Esses trs operadores so as bases do pensamento complexo. Juntar coisas que estavam separadas. Fazer circular o efeito sobre a causa, Idia de totalidade: No dissociar a parte do todo. 8. OS EIXOS DO PENSAMENTO SOBRE A REFORMA DO PENSAMENTO Pensamento no fragmentado Problemas universais X Percepo apenas econmica Crtica sobre uma ideia simplista e redutora de mundo: Tudo que foge ao clculo eliminado no pensamento econmico Terceira via: desenvolvimento de uma economia pluralista Repostas juntas por uma defesa conjunta da vida Defesa da Cultura = Defesa da qualidade de vida Resistncia contra o pensamento homogneo do mundo = Mcdonaldizao 9. OS EIXOS DO PENSAMENTO SOBRE A REFORMA DO PENSAMENTO A simplificao a barbrie do pensamento A complexidade a civilizao das ideias As ideias so instrumentos conceituais para conhecer o mundo No podemos nos deixar sermos esmagados por elas, mas devemos sim dialogarmos com elas Cultura cientfica + cultura humanstica. Unio das 2 culturas 10. OS EIXOS DO PENSAMENTO SOBRE A REFORMA DO PENSAMENTO Lazer: o espao da vida vivida Quanto mais individualismo, quanto mais individualizao, mais o indivduo teme a morte Quanto mais o indivduo vive pelo coletivo, menos teme a morte No viemos ao mundo para sobreviver e sim viver. 11. OS EIXOS DO PENSAMENTO O PENSAMENTO COMPLEXO Tratado epistemolgico sobre o conhecimento. Introduz o leitor aos meandros da sua filosofia cientfica Questiona os paradigmas reducionistas da cincia clssica Mostra, a partir de reflexes sobre vrias reas do conhecimento, que o fazer cientfico modificou-se e continua sendo modificadas num processo dialgico transdisciplinar. O PC figura como uma abordagem inclusiva, pluralizante e no-reducionista sobre a organizao do conhecimento Revela uma cincia que leva em conta os princpios da incerteza e do acaso. 12. OS EIXOS DO PENSAMENTO SIMPLES X COMPLEXO Pensamento simples segmentado e direto demais Tentativa de apropriao da verdade Parte de um pensamento Tenta controlar a informao Busca pela completude: exatas, simtricas e conclusivas Pensamento mutilador = aes mutilantes Pensamento complexo profundo e interligado Aproximao da realidade Busca clareza e exatido Articulao entre os diversos campos de pesquisas e disciplinas Buscas possibilidades, e entende assimetria Pensamento agregador = aes de integrao 13. OS EIXOS DO PENSAMENTO A DESORDEM E A ORGANIZAO Mtodo de aprendizagem pelo erro e pela incerteza Na humanidade existem dois flagelos, a desordem e a organizao, no meio desse grande intervalo, os humanos tentam viver com as suas angstias A angstia faz parte da complexidade humana, pois para muitos o motor das transformaes. 14. OS EIXOS DO PENSAMENTO TETRAGRAMA ORGANIZACIONAL 15. OS EIXOS DO PENSAMENTO OS 7 SABERES NECESSRIOS EDUCAO DO FUTURO 1 AS CEGUEIRAS DO CONHECIMENTO Todo o conhecimento comporta o risco de erro e da iluso. Erros mentais, intelectuais, da razo. 2 OS PRINCPIOS DO CONHECIMENTO PERTINENTE Quanto mais poderosa a inteligncia geral, maior a sua faculdade de tratar de problemas especiais. A hiperespecializao impede tanto a percepo do global, pois fragmenta, quanto do essencial, pois dissolve. Saberes desunidos X problemas multidisciplinares, globais e planetrios 16. OS EIXOS DO PENSAMENTO OS 7 SABERES NECESSRIOS EDUCAO DO FUTURO 3 CONHECER A CONDIO HUMANA Conhecer o humano , antes de mais nada, situ-lo no universo. Somos a um s tempo seres terrestres, csmicos, biolgicos e culturais. 4 CONHECER A IDENTIDADE TERRENA Ser simultaneamente indivduo, sociedade e espcie. Era planetria. Conscincia antropolgica, ecolgica, cvica e espiritual. 17. OS EIXOS DO PENSAMENTO OS 7 SABERES NECESSRIOS EDUCAO DO FUTURO 5 ENFRENTAR INCERTEZAS Ainda no incorporamos a ideia de estarmos prontos para o inesperado. uma iluso prever o destino humano. O futuro chama-se incerteza. Navegar sem perder a racionalidade e o sentimento, sobretudo o amor 6 APRENDER A COMPREENSO A compreenso no pode ser quantificada e menos ainda explicada. Compreender inclui simpatia, generosidade, sinceridade, identificao, empatia. Significa apreender em conjunto, abraar junto. 18. OS EIXOS DO PENSAMENTO OS 7 SABERES 7 A TICA DA COMPREENSO A tica da compreenso a arte de viver que nos demanda, em primeiro lugar, compreender de modo desinteressado. Demanda grande esforo, pois no pode esperar nenhuma reciprocidade. compreender porque e como se odeia e se despreza. A tica da compreenso pede que se compreenda a incompreenso. 19. A CONSCINCIA DA COMPLEXIDADE NOS FAZ COMPREENDER QUE NO PODEREMOS ESCAPAR JAMAIS DA INCERTEZA E QUE JAMAIS PODEREMOS TER UM SABER TOTAL: A TOTALIDADE A NO VERDADE(EDGAR MORIN) 20. PRECISO SUBSTITUIR UM PENSAMENTO QUE ISOLA E SEPARA POR UM PENSAMENTO QUE DISTINGUE E UNE. (EDGAR MORIN) OBRIGADO! 21. BIBLIOGRAFIA Resenha livro http://www.uniararas.br/revistacientifica/_documentos/art.4-001-2013.pdf Timeline http://www.edgarmorin.org.br/vida.php?secao=con Roda Viva https://www.youtube.com/watch?v=ptITr1Zl9UQ Use vontade mas no esquea de citar as fontes. Autores: Rodrigo Volponi e Raquel Rieckmann Mestrandos em Comunicao na Contemporaneidade. Parte do Seminrio sobre Edgar Morin da disciplina: Comportamento, subjetividade e cultura da mdia - Professor Dimas. A. Knsch Faculdade Csper Lbero Abril/2014