Lógica do Juízo

download
  • date post

    09-Feb-2017
  • Category

    Education

  • view

    783
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of Lógica do Juízo

Diapositiva 1

Lgica do juzoAs proposies predicativas categricas(juzos categricos)www.filosofarliberta.blogspot.pt

Definio de Juzo.

Chama-se juzo ao acto do pensamento que consiste na atribuio afirmativa ou negativa de um atributo (Predicado), a um conceito (Sujeito), atravs de um elemento de ligao (Cpula). expresso lgica de um juzo chamamos proposio.www.filosofarliberta.blogspot.pt

O Juzo faz-nos lembrar que a palavra latina pensare , que est na origem da nossa palavra pensar, significa pesar, ou seja, comparar uma coisa com outra (a medida), para da retirar o conhecimento de um seu atributo (ou caracterstica), neste caso do seu peso. www.filosofarliberta.blogspot.pt

A estrutura formal do juzo assemelha-se de uma balana: Sujeito+Cpula+Predicado

SPCujeitoredicadopulaAlguns homens so europeuswww.filosofarliberta.blogspot.pt

Definio de proposio categrica (de juzo categrico): uma proposio diz-se categrica, quando a relao entre o sujeito e o predicado afirmada ou negada sem condies ou restries.

www.filosofarliberta.blogspot.pt

Classificao das proposies quanto quantidade e qualidade: Quanto quantidade as proposies podem ser particulares, quando o termo-sujeito particular, e universais, quando o termo-sujeito universal.

No que diz respeito s inferncias, na Lgica Clssica, as proposies com um termo-sujeito singular tm o mesmo valor lgico que os juzos universais, uma vez que os conceitos singulares ocorrem sempre na sua mxima extenso.

www.filosofarliberta.blogspot.pt

Classificao das proposies quanto quantidade e qualidade: Quanto qualidade, as proposies podem ser afirmativas, quando a relao entre o sujeito e o predicado afirmativa (inclusiva), e negativas, quando a relao entre o sujeito e o predicado negativa (exclusiva).

www.filosofarliberta.blogspot.pt

Existem quatro tipos de proposies categricas: Os diversos tipos de proposioPROPOSIOESTRUTURA FORMALA Universal AfirmativaTodos os x so yI Particular AfirmativaAlguns x so yE Universal NegativaNenhum x yO Particular Negativa Alguns x no so y

www.filosofarliberta.blogspot.pt

Definio d1

Numa proposio, um termo diz-se distribudo, quando ocorre na sua mxima extenso (universalmente).

www.filosofarliberta.blogspot.pt

Regra Rd1

Nas proposies universais, o sujeito est sempre distribudo.

Nas proposies negativas, o predicado est sempre distribudo.www.filosofarliberta.blogspot.pt

De acordo com a Regra da distribuio dos termos:

nas proposies do tipo A o sujeito est distribudo; nas proposies do tipo O, o predicado est distribudo; nas proposies do tipo E, tanto o termo-sujeito como o termo-predicado esto distribudos.

As proposies do tipo I no tm nenhum termo distribudo.

www.filosofarliberta.blogspot.pt

DISTRIBUIO DOS TERMOSTIPO DE PROPOSIOSUJEITOPREDICADOASIMNOINONOESIMSIMONOSIM

www.filosofarliberta.blogspot.pt

Manual Clube das Ideias, p.31

www.filosofarliberta.blogspot.pt

www.filosofarliberta.blogspot.ptRegra Fn

Todos os enunciados utilizados nas inferncias da Lgica Clssica devem estar reduzidos sua Forma Normal ou Padro. No caso das proposies, a sua Forma Normal compreende os seguintes elementos:Quantificador+Sujeito+Cpula+Predicado.

www.filosofarliberta.blogspot.ptO quantificador o elemento da proposio que nos indica a sua quantidade e ocorre sempre no incio da proposio.

Eis os quantificadores-padro que vamos utilizar:

Todos; Alguns; Nenhum.

www.filosofarliberta.blogspot.pt1 - Identifique o tipo de proposio presente em cada um dos seguintes itens:(Nos casos em que isso se justifique, reduza os enunciados sua forma normal)

Nem todos os mortais so racionais.

b) Quase todas as mulheres detestam futebol.

c) Alguns homens so europeus.

d) Nenhum europeu gosta do Presidente Bush.

e) Praticamente todos os alunos gostam de Matemtica.Exerccios

www.filosofarliberta.blogspot.pt1

Alguns mortais so racionais. Tipo I.

b) Algumas mulheres no gostam de futebol. Tipo O.

c) Alguns homens so europeus. Tipo I.

d) Nenhum europeu gosta do Presidente Bush. Tipo E.

e) Alguns os alunos gostam de Matemtica. Tipo I.Exerccios/ Correo

www.filosofarliberta.blogspot.pt1

Alguns mortais so racionais. Tipo I.

b) Algumas mulheres no gostam de futebol. Tipo O.

c) Alguns homens so europeus. Tipo I.

d) Nenhum europeu gosta do Presidente Bush. Tipo E.

e) Alguns os alunos gostam de Matemtica. Tipo I.Exerccios1.1. Identifique que termos esto distribudos nestes enunciados.

www.filosofarliberta.blogspot.pt1.1

Tipo I No tem nenhum termo distribudo

Tipo O Tem o predicado distribudo

Tipo I No tem nenhum termo distribudo

Tipo E Tem o sujeito e o predicado distribudos

Tipo I No tem nenhum termo distribudo

Exerccios/ Correo

www.filosofarliberta.blogspot.pt2 Identifique que termos esto distribudos nas seguintes proposies:

Alguns homens so adeptos do FCP.

b) Quase todos os ignorantes detestam filosofia.

c) Todos os bons alunos gostam de lgica clssica.

d) Os adolescentes que vivem em localidades do litoral sentem-se mais atrados pela prtica do surf.

e) Alguns grupos de rock no agradam aos fs da msica popular portuguesa.ExercciosSempre que se justificar, deve reduzir as expresses sua forma normal

www.filosofarliberta.blogspot.pt2

Alguns homens so adeptos do FCP. Tipo I No tem nenhum termo distribudo

b) Alguns ignorantes no gostam de filosofia. Tipo O Tem o predicado distribudo

c) Todos os bons alunos gostam de lgica clssica. Tipo A Tem o sujeito distribudo

d) Todos os adolescentes que vivem em localidades do litoral sentem-se mais atrados pela prtica do surf. Tipo A Tem o sujeito distribudo

e) Alguns grupos de rock no agradam aos fs da msica popular portuguesa. Tipo O Tem o predicado distribudo

Exerccios/ Correo