O PARENTE REMIDOR.doc

download O PARENTE REMIDOR.doc

of 43

  • date post

    02-Aug-2015
  • Category

    Documents

  • view

    409
  • download

    6

Embed Size (px)

Transcript of O PARENTE REMIDOR.doc

O PARENTE REMIDOR GOEL O PARENTE VINGADOR Porque eu sei que o meu Redentor (Goel) vive, e que por fim se levantar sobre a terra. (J 19.25)

Pr. A. Carlos G. Bentes

DOUTOR EM TEOLOGIANDICE O PARENTE REMIDOR - GOEL - O PARENTE VINGADOR..................................9 O LIVRO DE RUTE E A DOUTRINA DO GOEL.....................................................21 O ADVENTO DO PARENTE VINGADOR GOEL.................................................33 Goel na Bblia...............................................................................................................38 BIBLIOGRAFIA............................................................................................................39

2

CONCORDNCIA Palavras portuguesas usadas na traduo do particpio Goel: Remidor Redentor Parente mais chegado que vai remir Vingador Vingador de sangue A forma participial do qal do verbo tornou-se praticamente um substantivo com todos os seus atributos, ainda que possa corretamente ser considerada apenas uma forma do verbo. O sentido original desta raiz o de cumprir o papel de resgatador, redimindo, portanto, seu parente da dificuldade do perigo. O termo usado juntamente com os seus derivados 118 vezes. Uma diferena entre esta raiz e a raiz muito semelhante pd, redimir, que normalmente h uma nfase em gal na redeno como privilgio ou muitos por parente-resgatador ou por resgatador, como faz a traduo RA. A raiz deve ser distinguida de gal II, manchar, macular.1 De acordo com outras fontes Goel significa: Resgatar, redimir, remir, salvar; libertar, livrar; reivindicar, reclamar (para si); resgatador, redentor, vingador....

1

HARRIS, R. Laird, ARCHER, Gleason L., Jr., Bruce K. Waltke. DICIONRIO INTERNACIONAL DE TEOLOGIA DO ANTIGO TESTAMENTO. Editora Vida Nova, p. 235.

3

1 O Plano do ETERNO para a Redeno do Homem 2 Tendo o ETERNO criado a Ado, deu-lhe a ordem de lavrar e guardar o Jardim do den. De todas as rvores do jardim podia comer livremente, menos da rvore do conhecimento do bem e do mal, porque no dia em que dela comesse, certamente morreria. (Bereshit 2.16,17). Imediatamente aps o ETERNO criou a varoa (Bereshit 2.1825[Gnesis]). O inimigo, Sat, enganou a varoa, induzindo-a e ela a seu marido, a duvidarem da ordem do ETERNO, o que moveu-os desobedincia: comeram do fruto proibido (Bereshit 3.1-7). Esse ato provocou: O imediato rompimento (separao ou morte espiritual) deles com o ETERNO, redundando na morte fsica; as sentenas sobre a serpente, a terra, a mulher e o homem (Bereshit 3.8-19). Veja, o pecado de Ado e Eva foi contra o ETERNO. Passou a todos os seus descendentes - a raa humana. Portanto, morremos porque somos pecadores, tanto gentios quanto judeus. Quem poderia resgatar ou pagar o preo eterno do pecado eterno ao ETERNO? Ningum! Mas, qual foi a soluo do ETERNO para o pecado humano? A soluo do ETERNO foi: O REMIDOR (GOEL) ou o MESSIAS, descendente da mulher que esmagaria a cabea de Satans (Bereshit 3.15); O meio de redeno - sacrifcio de animais, derramamento de sangue, para perdo e cobertura dos pecados (Bereshit 3.21). Ado creu na promessa do MESSIAS e demonstrou isso mudando o nome de sua mulher para EVA - me de todos os viventes (Bereshit 3.20). Eles demonstraram isso tambm ao aceitarem as vestimentas de peles (cobertura) providenciadas pelo prprio ETERNO, peles essas de animais que foram mortos, ou seja, houve derramamento de sangue de animais. A partir da, comeou o princpio que depois foi registrado na Lei: o sangue vo-lo tenho dado sobre o altar, para fazer expiao (cobertura) pelas vossas almas; porquanto o sangue que faz expiao em virtude da vida Vaicr 17.11. Eis o porque aquele que cria no ETERNO e desejava agrad-LO, oferecia sacrifcio de sangue de animais pelos seus pecados. E mais ainda, quando o ETERNO deu a Lei a Moiss, estabeleceu que esses sacrifcios deveriam ser feitos no Tabernculo, durante a peregrinao de 40 anos no deserto at a conquista de Cana e depois no Templo. Por todo o TANACH, o ETERNO revela as credenciais ou identificaes desse REMIDOR - o MESSIAS divino e de sua obra. Teria que ser, alm de semente da mulher, semente de Sem (Bereshit 9:26[Gnesis]), semente de Abrao (Bereshit 12.1- 3; 17.1-22), semente de Isaque (Bereshit 26.1-3), semente de Jac (Bereshit 28.10-17), da tribo de Jud (Bereshit 49.8-12), semente de Davi (2 Melachim 7.8-16[2 Reis], Tehilim 110.12

http://www.mbm-br.com.br/noticia.asp?codigo=157&COD_MENU=95.

4

3[Salmos]), como SERVO, seria ferido do ETERNO (Yishai 53.4[Isaas]), levaria a iniqidade de Israel e dos gentios (Yishai 53.4-6,12), seria cortado da terra dos viventes (morto) por causa da transgresso de Israel (Yishai 53.8; Tehilim 22.11-18[Salmos]), seria posto como oferta pelo pecado (Yishai 53.10) antes da destruio do 2 Templo e de Jerusalm (Daniel 9.25,26), ressuscitaria e veria a sua posteridade (Yishai 53.11,12) [Isaas]). Portanto, a soluo do ETERNO para o pecado humano foi o MESSIAS que seria, simultaneamente, o REMIDOR e o meio de redeno. Quem, judeu ou gentio, cresse no MESSIAS divino que viria para pagar o preo de seu pecado, ao apresentar o sacrifcio estabelecido pelo ETERNO na Lei e no lugar estabelecido: o Templo seria resgatado, redimido. A pergunta agora seria: Como apresentar sacrifcios pelo pecado se no h Templo desde o Ano 70 d.C?. Que pecado Israel cometeu que por 70 anos, tendo sido levado cativo para a Babilnia em 586 antes da a.C, ficou sem Templo que foi totalmente destrudo por Nabucodonozor? No guardaram os shabatot e dedicaram-se idolatria (2 Melachim 17.1-41[2 Reis]; Yirmi 25:1-12; 29:1-10[Jeremias]), isto , abandonaram ao ETERNO. Que pecado Israel cometeu que, desde o ano 70 da d.C - mais ou menos 1942 anos, est sem Templo e sacrifcios? O povo de Israel e o mundo, querendo ou no, tm de reconhecer que a histria humana foi dividida por um judeu de nome Jesus. ELE era da descendncia de Davi e de Abrao, Isaque e Jac (Mateus 1.1,2) e sabemos que Abrao era descendente de Sem, este de No, este de Lameque, este de Matusalm, este de Enoque, este de Jarede, este de Maleleel, este de Cain, este de Enos, este de Sete, e Sete de Ado (Lucas 3.34-38). Portanto, Jesus (YESHUA em hebraico) descendente da mulher, de Sem, de Abrao, de Isaque, de Jac, de Davi, satisfazendo assim as identificaes estabelecidas pelo TANACH, vistas acima. YESHUA (Jesus) foi reconhecido como o profeta prometido por Moiss (Devarim 18.15-19[Deuteronmio]; Joo 6.14; 7.40). Joo Batista o apontou como o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo (Joo 1.29). Afirmou que no tinha pecado (Joo 8.110; 46). Foi reconhecido, declarou-se e foi aclamado como o MESSIAS (Joo 1.41; 4.130; Mateus 26.63,64; Lucas 19.28-44). Anunciou com antecedncia que morreria e ressuscitaria, o que aconteceu (Mateus 12.38-41; Joo 10.17,18; Mateus 28.1-10). Foi proclamado e crucificado como Filho de Deus e Rei de Israel (Joo 1.43-51; Mateus 27.32-54). Sua morte ocorreu antes da destruio do Templo no Ano 70 da d.C, cumprindo a profecia do profeta Daniel (Daniel 9.25,26). Portanto, Israel est hoje sem Templo porque no reconheceu o tempo da visitao do MESSIAS prometido no TANACH pelo ETERNO: o cordeiro do ETERNO que tira o pecado do mundo, uma vez para sempre, de Israel e dos gentios (Lucas 19.28-44), isto , rejeitou o MESSIAS.5

Das duas uma: se Jesus no o MESSIAS - o Remidor, voc e eu no temos nada a perder, mas se ELE o MESSIAS, est em jogo a nossa eternidade. A eternidade depende de crer ou no na redeno providenciada pelo ETERNO, enviando o MESSIAS como oferta pelo pecado e determinada, individualmente, enquanto estamos vivos na carne. No depende da organizao ou religio instituda a que pertencemos. Tu nasceste judeu, vives como judeu e morrers sendo judeu. Tu nasceste gentio, vives como gentio e morrers sendo gentio. Tu e eu, por nascimento natural estamos apartados, desligados (mortos para o) do DEUS VIVO. Porm se tu e eu aceitarmos a redeno no MESSIAS, temos o alto preo do resgate de nossas almas pago por ELE. Somos redimidos pelo MESSIAS, e o nosso destino eterno ser a presena do ETERNO a vida eterna. YESHUA disse: E como Moiss levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do Homem seja levantado; para que todo aquele (deciso pessoal) que nele cr no perea, mas tenha a vida eterna. Porque Deus amou o mundo que nele cr no perea, mas tenha a vida eterna. Porque Deus amou o mundo (tu, eu, etc..) de tal maneira que deu o seu Filho unignito (YESHUA HAMASHIACH), para que todo aquele (deciso pessoal) que nele cr, no perea, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, no para que julgasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem cr nele no julgado; mas quem no cr j est julgado; porquanto no cr no nome do unignito Filho de Deus que nele cr, no perea, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, no para que julgasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem cr nele no julgado; mas quem no cr j est julgado; porquanto no cr no nome do unignito Filho de Deus (Joo 3.14-18). Pela impenitncia de Israel, a redeno no MESSIAS chegou at os gentios, e eu o invoquei como meu Remidor (Goel) pessoal. E ento? Que deciso vais tomar em relao redeno no MESSIAS? Se O aceitares, no deixars de ser judeu. Tornar-te-s um descendente de Abrao pela carne e pela f no mesmo Remidor - o MESSIAS. Muitos israelitas tm depositado sua f no MESSIAS, aceitando-O como seu REMIDOR pessoal. Outrossim, bom ainda recordar que, segundo a TORAH [Lei] - os cinco livros de Moiss, Abro: era hebreu (que significa que ele era do outro lado do rio - no caso Eufrates, ou seja, era gentio ou das naes); no era israelita (Jac ou Israel foi o seu neto); e, nem judeu (Jud que foi seu bisneto) Gnesis (Bereshit) 11.26-31; 14.13; 21.5; 25.19-26: 29.31-35; 32.28; 35.9-12. Abrao foi justificado pela f no Messias que viria, no por obras, nem pela circunciso, porqu