ZONEAMENTO EDAFOCLIMÁTICO PARA ESPÉCIES FLORESTAIS faef. · PDF...

Click here to load reader

  • date post

    11-Nov-2018
  • Category

    Documents

  • view

    213
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of ZONEAMENTO EDAFOCLIMÁTICO PARA ESPÉCIES FLORESTAIS faef. · PDF...

  • Associao Cultural e Educacional de Gara ACEG / Faculdade de Agronomia e Engenharia Florestal FAEF

    Revista Cientfica Eletrnica de Engenharia Florestal Revista Cientfica Eletrnica de Engenharia Florestal Revista Cientfica Eletrnica de Engenharia Florestal Revista Cientfica Eletrnica de Engenharia Florestal RRRReeee.C.E.F..C.E.F..C.E.F..C.E.F.

    ISSN: 1678-3867

    Ano X - Volume 19 Nmero 1 Fevereiro 2012 - Gara, SP

    Re.C.E.F., v.19, n.1, fev, 2012. 1

    ZONEAMENTO EDAFOCLIMTICO PARA ESPCIES

    FLORESTAIS NO TRADICIONAIS NA BACIA HIDROGRFICA

    DO RIO ITAPEMIRIM - ES

    NAPPO, Mauro Eloi1; MENDONA, Gabriel Souza2; CECLIO, Roberto Avelino3;

    PAIVA, Yhasmin Gabriel2; SILVA, Kennedy Ribeiro da2

    RESUMO (ZONEAMENTO EDAFOCLIMTICO PARA ESPCIES FLORESTAIS NO TRADICIONAIS NA BACIA HIDROGRFICA DO RIO ITAPEMIRIM - ES). O sistema de informaes geogrficas ferramenta de grande auxlio no zoneamento ao estabelecer diretrizes iniciais para o planejamento das prticas silviculturais e no que tange a informaes prvias para a implantao do povoamento florestal. O objetivo deste trabalho foi a utilizao do sistema de informaes geogrficas com base de dados SRTM usando layer de precipitao pluviomtrica, temperatura mdia anual, altitude, dficit hdrico, classes de solo e aptido, luz da legislao florestal, para identificao de reas aptas na bacia do Rio Itapemirim para implantao de povoamentos comerciais de Araucaria angustifolia, Hymenaea courbaril e Myrocarpus frondosus, determinando assim, regies que apresentam as melhores condies para o desenvolvimento da cultura atravs do zoneamento ecolgico. O uso do sistema de informaes geogrficas contribuiu de forma satisfatria para os resultados do zoneamento ecolgico para espcies florestais, apesar do nvel de detalhamento ser reduzido em funo da escala trabalhada nos mapas ser pequena. A bacia hidrogrfica do Rio Itapemirim apresentou grande percentual de reas aptas para a implantao de povoamentos florestais de produo para as espcies Araucaria angustiflia, Hymenaea courbaril e Myrocarpus frondosus. Palavras-chave: Zoneamento Ecolgico Florestal; Sistema de Informaes Geogrficas (SGI); Silvicultura. ABSTRACT (FOREST ECOLOGICAL ZONING OF SMALL SCALE TO FOREST SPECIES IN ITAPEMIRIM RIVER WATERSHED ES). The system of geographical information (SGI) is very important in the zoning to establish initial guidelines for the planning of the silvicultural practices with respect to previous information for the implantation of the forest stands. The objective of this work was, the use of the system of geographical information with base of data SRTM using layers of precipitation, annual medium temperature, altitude, deficit water, classes of soils and agricultural aptitude, as shines of

    1 Eng. Florestal, D.Sc., Prof. do Depto. de Eng. Florestal FT/UnB Braslia - DF, Brasil - [email protected]; 2 Eng. Florestal, Depto. de Engenharia Florestal NEDTEC/CCA/UFES - Jernimo Monteiro ES, Brasil [email protected]; [email protected]; [email protected]; 3 Eng. Agrcola, D.Sc., Prof. Depto. Eng. Florestal - NEDTEC/CCA/UFES - Jernimo Monteiro, ES, Brasil - [email protected]

  • NAPPO et al.:

    Zoneamento edafoclimtico para espcies florestais.

    Re.C.E.F., v.19, n.1, fev, 2012. 2

    the forest legislation, for identification of capable areas in Itapemirim River Watershed base for implantation of commercial forest stands of Araucaria angustifolia, Hymenaea courbaril and Myrocarpus frondosus, determining areas of the best conditions for the development of the culture through the ecological zoning. The use of the system of geographical information contributed in a satisfactory way in the results of the ecological zoning of the forest species, in spite of the level to be reduced in function climbs worked in the maps to be small. Itapemirim River Watershed presented big percentile of capable areas for the implantation of forest settlements of production for the species Araucaria angustifolia, Hymenaea courbaril and Myrocarpus frondosus. Key words: Forest Ecological Zoning; Geographic Information System (GIS); Silvicultural Practices. .

    1 INTRODUO

    O Estado do Esprito Santo possui

    cerca de 189.600 ha de florestas plantadas,

    utilizadas para diversos fins (celulose,

    fabricao de mveis, caixotaria, artefatos

    para construo civil, carvo, entre outros),

    que movimentam aproximadamente R$ 2,5

    bilhes de reais por ano, representando

    16,3% do PIB estadual, e geram 60 mil

    empregos diretos e indiretos. Estudos

    elaborados pelo Frum Socioeconmico do

    Estado do Esprito Santo, em 1992, indicam

    que o estado possui 1/3 de sua rea com

    aptido para silvicultura, dos quais 3,01%

    (137.214 ha) apresentam aptido exclusiva

    para silvicultura e 31,67% (1.443.998 ha)

    com aptido preferencial para silvicultura,

    segundo SEAG-ES (2005).

    Diante da importncia do setor

    florestal para o Estado do Esprito Santo,

    existe uma grande necessidade de

    informaes tcnicas coerentes na rea

    florestal, principalmente quelas referentes

    s condies ideais de implantao de

    povoamentos florestais de produo. De

    posse de informaes tcnicas possvel se

    trabalhar o setor de produo florestal com

    segurana no que diz respeito s tendncias

    de mercado, produtividades entre outros

    aspectos que so em grande parte, resultado

    da adequao das espcies selecionadas s

    condies de stios. Desta forma, as bases de

    informaes econmicas, ecolgicas e

    silviculturais vm se desenvolvendo com

    maior detalhamento e volume de variveis

    para atender a esta demanda.

    Para a seleo de espcies adequadas

    s condies de stio necessrio considerar

    as condies locais de temperatura,

    precipitao, umidade relativa do ar,

    intensidade luminosa, profundidade de solo e

    topografia, no podendo, na maioria das

    vezes, separ-los. Tambm fundamental

  • NAPPO et al.:

    Zoneamento edafoclimtico para espcies florestais.

    Re.C.E.F., v.19, n.1, fev, 2012. 3

    atentar para o atendimento da legislao

    florestal em vigor, especialmente quanto ao

    uso e ocupao do solo nas reas de

    preservao permanente e nas reas de

    reserva legal das propriedades.

    A qualidade do stio a soma total

    dos fatores edficos, biolgicos e climticos

    que afetam a sobrevivncia e o

    desenvolvimento das plantas. Assim, para

    cada planta existe um ambiente ecolgico no

    qual as funes so harmonicamente

    ajustadas (PAIVA; VITAL, 2003) e se tem a

    melhor ocupao do ambiente e

    aproveitamento dos recursos naturais

    refletindo em maior eficincia e

    produtividade florestal.

    Muitos povoamentos florestais no

    obtiveram bons resultados durante o perodo

    dos incentivos fiscais federais entre 1967 e

    1986, pois o conhecimento da interao

    entre esses fatores, base da silvicultura, era

    incipiente.

    O sistema de informaes

    geogrficas ferramenta de grande auxilio

    no zoneamento ecolgico, tendo por funo

    estabelecer diretrizes iniciais para o

    planejamento das prticas silviculturais

    referentes as informaes prvias para a

    implantao de povoamentos florestais. O

    zoneamento ecolgico consiste em dividir

    uma rea em parcelas com caractersticas

    homogneas quanto s caractersticas

    fisiogrficas e ecolgicas, nas quais se

    autorizam determinados usos e atividades e

    se interditam outros (ROCHA, 1995), ou

    identificar reas que resguardem um

    conjunto de caractersticas que atendam a

    exigncias pr estabelecidas.

    O objetivo deste trabalho foi a

    utilizao do sistema de informaes

    geogrficas (SIG), com base de dados

    SRTM, usando layers de precipitao

    pluviomtrica, temperatura mdia anual,

    altitude, dficit hdrico, classes de solos e

    aptido, luz da legislao florestal, para

    identificao de reas aptas na bacia do Rio

    Itapemirim para implantao de plantios

    comerciais de Araucaria angustifolia

    (Bertoloni) Otto Kuntze (pinheiro-do-

    paran), famlia Araucariaceae, Hymenaea

    courbaril (Hayne) Lee & Langenheim

    (jatob), famlia Fabaceae - Caesalpinioideae

    e Myrocarpus frondosus Freire Alemo

    (cabriva), famlia Leguminosae-

    Papilionoideae determinando assim, regies

    que apresentam condies favorveis para o

    desenvolvimento da cultura por meio do

    zoneamento ecolgico.

  • NAPPO et al.:

    Zoneamento edafoclimtico para espcies florestais.

    Re.C.E.F., v.19, n.1, fev, 2012. 4

    2 MATERIAL E MTODOS

    A rea de estudo compreende a bacia

    hidrogrfica do Rio Itapemirim (BHRI),

    localizado no sul do Estado do Esprito

    Santo (Brasil), parte integrante da Sub-

    Bacia do Atlntico Sul Trecho Leste,

    tambm denominada Sub-Bacia 57, que faz

    parte de uma das 9 grandes bacias

    hidrogrficas brasileiras, conhecida como

    Bacia Hidrogrfica n 5, ou Bacia do Leste

    (SILVA et al, 2007). A BHRI abrange os

    municpios de Cachoeiro de Itapemirim,

    Castelo, Conceio do Castelo, Venda Nova

    do Imigrante, Muniz Freire, Alegre,

    Jernimo Monteiro, Atlio Vivcqua,

    Ibitirama e parte dos municpios de

    Maratazes, Itapemirim, Presidente Kennedy,

    Muqui, Vargem Alta, Ina, Irup e Ibatiba,

    esta geograficamente situada entre as

    coordenadas 4048'e 4152' de longitude

    oeste e entre os paralelos 2010' e 2115'

    (SAD 69) de latitude sul, com rea de

    687.000