Manual de Manutenção Pintura

of 31/31
24/1/2008 PLANQUÍMICA INDUSTRIAL LTDA 1 MANUAL DE MANUTENÇÃO Um novo conceito em proteção anti-corrosiva R. Dos Rubis, 1503. Rocha Miranda - Cep.: 21510-014 – Rio de Janeiro – Brasil – Pabx. 55 21 2471-1600 PLANQU PLANQU Í Í MICA MICA
  • date post

    19-Jan-2016
  • Category

    Documents

  • view

    24
  • download

    1

Embed Size (px)

Transcript of Manual de Manutenção Pintura

  • 24/1/2008PLANQUMICA INDUSTRIAL LTDA 1

    MANUAL DE MANUTENO

    Um novo conceito em proteo anti-corrosiva

    R. Dos Rubis, 1503. Rocha Miranda - Cep.: 21510-014 Rio de Janeiro Brasil Pabx. 55 21 2471-1600

    PLANQUPLANQUMICAMICA

  • 24/1/2008PLANQUMICA INDUSTRIAL LTDA 2

    Introduo:

    Este Manual visa assistir aos usurios em suas rotinas de manuteno anti-corrosiva, sendo no somente uma ferramenta de consulta bem como de orientao.

    PLANQUPLANQUMICAMICA

  • 24/1/2008PLANQUMICA INDUSTRIAL LTDA 3

    Sinais da necessidade de ManutenoPLANQUPLANQUMICAMICA

  • 24/1/2008PLANQUMICA INDUSTRIAL LTDA 4

    Corroso

    A corroso pode significar a reduo da integridadeestrutural com perda de material.

    -A corroso no ao carbono pode ser observada como ferrugem(xido amarronzadoque vai removendo a integridade da pelcula de tinta.- importante determinar sua extenso, se generalizada ou localizada.

    PLANQUPLANQUMICAMICA

  • 24/1/2008PLANQUMICA INDUSTRIAL LTDA 5

    Outros danos que podem determinar a necessidade de manuteno

    Perda de cor ou deteriorao completa pela ao de calor intenso ou fogo. Ataques Qumicos, podendo a pelcula se dissolver, enrugar, empolar e de perda de cor. Danos mecnicos e abrasivos por impacto de ferramentas e arraste.

    PLANQUPLANQUMICAMICA

  • 24/1/2008PLANQUMICA INDUSTRIAL LTDA 6

    Defeitos na pelcula

    Bolhas: formao devido a perda de aderncia localizada da pelcula. Descolamento: descolamento em si sob a forma de escama ou pedaos irregulares, podendo atingir o ao ou pelcula(s) anteriores. Brilho: A perda de brilho o 1 sinal de envelhecimento e enfraquecimento do sistema anticorrosivo. Gisamento: o segundo estgio da perda de brilho, causado pela desintegrao do veculo ligante por ao de intempries(+ radiao UV).

    PLANQUPLANQUMICAMICA

  • 24/1/2008PLANQUMICA INDUSTRIAL LTDA 7

    Planejamento:

    Antes de se considerar a execuo dos trabalhos de manuteno, devemos investigar e identificar a causa do dano no revestimento e sempre que possvel evitar que se repita.

    PLANQUPLANQUMICAMICA

  • 24/1/2008PLANQUMICA INDUSTRIAL LTDA 8

    Determinando o tipo de manuteno:

    RPGRPGAcima de 10%

    RPTRPL5 10% corroso

    RPLRPL1 5% corroso

    LavagemLavagemContaminada

    GeneralizadaLocal

    Extenso do Dano

    TIPO DE MANUTENOCondio da Superfcie /

    Pelcula Legendas:RPL= retirada dos pontos de corroso com ferramentas adequadas e retoque do sistema na espessura original. RPT= RPL + aplicao geral de demo de acabamento. RPG= Remoo de corroso + sistema antigo e aplicao de novo sistema.

    PLANQUPLANQUMICAMICA

  • 24/1/2008PLANQUMICA INDUSTRIAL LTDA 9

    Liberao de rea Identificada

    A rea identificada para manuteno dever ter tamanho mnimo para execuo, respeitando-se o limite de tempo pr-definido. Dever estar desobstruda e devidamente sinalizada. Antes do incio dos trabalhos verificar possveis interferncias em outras reas e informar aos usurios envolvidos. A rea devr estar fisicamente limpa para o incio dos trabalhos.

    PLANQUPLANQUMICAMICA

  • 24/1/2008PLANQUMICA INDUSTRIAL LTDA 10

    Acesso & Isolamento:

    Estabelecer acessos e isolamentos adequados e seguros para toda a rea que ir sofrer manuteno, respeitando-se os procedimentos de segurana e ambientais e que no haja dvidas quanto a rea onde ser realizado os trabalhos de manuteno.

    PLANQUPLANQUMICAMICA

  • 24/1/2008PLANQUMICA INDUSTRIAL LTDA 11

    Equipamentos

    Toda manuteno sempre causa contaminao as reas adjacentes seja com p, gua, partculas de materiais abrasivos e de tinta. Antes do incio de qualquer trabalho isolar os equipamentos sensveis apropriadamente a fim de evitar riscos e problemas posteriores.

    PLANQUPLANQUMICAMICA

  • 24/1/2008PLANQUMICA INDUSTRIAL LTDA 12

    Iluminao Como efetuar um trabalho corretamente sem enxergar o que se estfazendo?

    Um princpio bsico diz que se voc consegue enxergar e ler uma folha de jornal porque h luz suficiente no local.

    No esquecer das regras de segurana para os equipamentos de iluminao.

    Use lanternas adequadas para as inspees em locais confinados.

    PLANQUPLANQUMICAMICA

  • 24/1/2008PLANQUMICA INDUSTRIAL LTDA 13

    Ventilao

    Verifique a necessidade de ventilao forada.

    Levar sempre em conta os aspectos de segurana e depois os de secagem e cura dos revestimentos.

    Nunca exera trabalhos em reas confinadas sem ventilao apropriada.

    Nunca substitua ventilao forada para os equipamentos indiduaisde segurana, ex. mascaras e respiradores.

    PLANQUPLANQUMICAMICA

  • 24/1/2008PLANQUMICA INDUSTRIAL LTDA 14

    Identificao da Especificao Verifique o sistema utilizado na especificao anterior, bem como os seus tipos.

    Verifique se o novo atende e compatvel.

    Em caso negativo as anteriores consulte o fabricante para os testes de verificao.

    PLANQUPLANQUMICAMICA

  • 24/1/2008PLANQUMICA INDUSTRIAL LTDA 15

    Logstica

    Aps as verificaes de tipo e trabalhos a serem executados, verificar se :

    Seu estoque de material a ser aplicado. Ter absoluta certeza da qualidade e quantidade correta, inclusive de componentes(agentes de cura) e solvente, quando for o caso.

    PLANQUPLANQUMICAMICA

  • 24/1/2008PLANQUMICA INDUSTRIAL LTDA 16

    Preparao da Superfcie

    leo & Graxa:-Devem ser removidos por meio de emulsificantes e lavagem com gua doce.-S utilizar solvente em reas muito pequenas < 1 m2.-Nunca limpe com solvente regies pintadas(revestidas).-Se a gua utilizada formar gotas sinal da existncia de leo/gordura.-Somente podem ser empregados emulsificantes e detergentes neutros.

    PLANQUPLANQUMICAMICA

  • 24/1/2008PLANQUMICA INDUSTRIAL LTDA 17

    Preparao de Superfcie

    Padres de Tratamento a serem consultados:-ISO 8501-1:1988, grau St3 para limpeza com ferramentas mecnicas.-Nace No. 5/SSPC-SP 12, graus WJ-1 e WJ-2 para limpeza com ultra-hidrojateamento.Notas Importantes: -O Perfil de Rugosidade um fator de extrema importncia na performance do sistema a ser aplicado, tenha sempre em mente queperfis baixos ou pouco densos significar m aderncia do primer, perfis altos muito densos significar cobertura insuficiente do primer.-Remoo de poeira da superfcie a ser revestida/pintada condio mpar a fim de se evitar problemas de aderncia.

    PLANQUPLANQUMICAMICA

  • 24/1/2008PLANQUMICA INDUSTRIAL LTDA 18

    Preparao da Tinta Pontos de checagem: Fichas de segurana e informe tcnicos dos produtos: - Tintas so compostos qumicos portanto leia atentamente suas instrues.Armazenamento:- Devem estar sob condies ideais, de temperatura, de ventilao e nunca expostas aos raios solares, estabelecer o sistema de rodzio para que sempre seja utilizado primeiro a batelada mais antiga.Homogeneizao Mistura: - As tintas bi-componentes requerem ateno especial em mistura e proporo, use sempre as medidas e quantidades para a rea a ser revestida corretas a fim de evitar problemas de secagem e cura. Use sempre agitador mecnico e aps a homogeneizao o material deve estar uniforme,sem grumos e sedimentao.

    PLANQUPLANQUMICAMICA

  • 24/1/2008PLANQUMICA INDUSTRIAL LTDA 19

    Preparao da Tinta cont...

    Diluio: Evitar diluio dos materiais, as tintas j encontram-se com viscosidade de aplicao apropriada para seu uso e a perfeita formao do filme.Temperatura da Tinta: A temperatura ideal de aplicao de 25C, evite expor a ao dos raios solares.Induo: As tintas bi-componentes devem sofrer um tempo mnimo de 10 minutos de induo antes do incio de sua aplicao.Tempo de Vida til da Mistura: Tenha sempre em mente que o TVUM est diretamente ligado a temperatura da tinta, sempre checar na ficha tcnica o tempo, nunca diluir pensando que ir retardar o TVUM, se for ultrapassado no utilize mais este material, pois as reaes qumicas j alteraram suas propriedades.

    PLANQUPLANQUMICAMICA

  • 24/1/2008PLANQUMICA INDUSTRIAL LTDA 20

    Condies de Aplicao e AmbientaisTemperatura do Ar: - A temperatura ideal de aplicao deve estar sempre entre 20-35C, evitar sempre aplicao sob altas temperaturas.Temperatura da superfcie: Temperaturas altas aceleram a secagem e tendem a formao de porosidade da pelcula e p sob pulverizao, temperaturas baixas iro retardar a secagem e tendem a escorrer sob determinadas situaes, observe sempre durante as primeiras horas da manh as estruturas expostas possam estar condensadas.Umidade Relativa e Ponto de Orvalho: Especial ateno aos produtos Poliuretanos devero ser monitorados as condies de umidade relativa(ideal 60-65%) e temperatura do substrato(ideal acima de 5C)

    PLANQUPLANQUMICAMICA

  • 24/1/2008PLANQUMICA INDUSTRIAL LTDA 21

    Condies de aplicao cont...Ventilao: - Todas as reas onde houver ar parado ou onde os vapores de solventes possam se acumular devero estar providas de ventilao forada, principalmente em ambientes confinados, que devero estar providos tambm de exausto. A condio de manuteno e limpeza destes equipamentos devem estar sempre em dia. Os cuidados com ventilao so de suma importncia para a sua segurana industrial.

    PLANQUPLANQUMICAMICA

  • 24/1/2008PLANQUMICA INDUSTRIAL LTDA 22

    Aplicao do RevestimentoA aplicao poder ser manual ou mecnica, por trinchas e pistolas sem air. Use sempre trinchas de boa qualidade. A aplicao a trincha ferramenta principal nas reas de difceis acesso, cantos vivos, cordes de solda, corrugadas, cantoneiras, grades, vlvulas, etc..., principalmente para a aplicao da demo de reforo nestas reas que fator de suma importncia. Apenas utilize rolos quando a aplicao for meramente cosmtica ou para a aplicao de Anti-derrapante. A pistola sem air a que oferece a melhor condio em eficincia e maior produtividade, apenas utilize pistola convencional para os materiais de baixa espessura e/ou pequenos retoques < 1m2.As tcnicas de aplicao incorretas podem gerar, escorrimento, porosidade, falhas, espessuras fora do especificado, pulverizao a seco, etc..., para isto a utilizao de mo-de-obra qualificada e experiente condio mpar em proteo anti-corrosiva.

    PLANQUPLANQUMICAMICA

  • 24/1/2008PLANQUMICA INDUSTRIAL LTDA 23

    Cuidados durante e apsIntervalos de re-pintura: Ler atentamente e respeitar os intervalos a fim de evitar problemas de escorrimento, reteno de solvente e cura.Espessura de pelcula: A melhor forma prtica de controle o da diviso da rea com o quantitativo de tinta pr-estabelecido a ser aplicado. O controle de espessura crucial na vida do sistema anti-corrosivo que deve ser o mais prximo do especificado com variao mxima de 5%.Pittings: As superfcies com pittings perfurantes e/ou alveolares devero ser rigorosamente checadas e aplicadas demos de reforo.Sinalizaes: Manter todas as de segurana e isolamento da rea atque o revestimento possa estar livre para transito.

    PLANQUPLANQUMICAMICA

  • 24/1/2008PLANQUMICA INDUSTRIAL LTDA 24

    Segurana Segurana Pessoal: Risco toda e qualquer condio, atividade ou comportamento que coloque em perigo a sade fsica ou mental.Segurana qualquer comportamento ou equipamento empregado para eliminar ou diminuir tal risco.O uso dos EPIs recomendados para cada atividade condio fundamental.No seja curioso! Afaste-se! Aplicao de Revestimentos Anti-corrosivos no jogo.Conhea as FISPQ e os BTs dos produtos a serem usados.Voc est ao par das exigncias de segurana para a sua atividade?

    PLANQUPLANQUMICAMICA

  • 24/1/2008PLANQUMICA INDUSTRIAL LTDA 25

    Segurana cont...

    Segurana tambm significa armazm ordenado e limpo, que possam estar dispostas sem causar trocas, misturas e at derrames de produto.Cuidado com os vapores de solventes e com os pontos de inflamao dos materiais estocados, se necessrio, providencie ventilao/exausto.Segurana nos locais de trabalho vem se aprimorando com a utilizao de revestimentos anti-derrapantes, faixas de sinalizao, demarcao de reas de circulao, de demarcao de alta visibilidade em locais de perigo.

    PLANQUPLANQUMICAMICA

  • 24/1/2008PLANQUMICA INDUSTRIAL LTDA 26

    Segurana cont...

    Riscos de Incndio:

    -A maioria dos materiais so inflamveis, para tanto:

    NUNCA PERMITA: CHAMA ABERTA/FOSFOROS/CIGARROS ACESOS

    SEMPRE EVITE:IGNIO

    SEMPRE LIMPE: RESPINGOS E DERRAMES

    SE NECESSRIO: VENTILE A REA

    NUNCA USE GUA DIRECIONADA EM FOCOS DE INCNDIO.

    PLANQUPLANQUMICAMICA

  • 24/1/2008PLANQUMICA INDUSTRIAL LTDA 27

    Especificaes PLANQUPLANQUMICAMICA

    4 h / 1 : 1 vol.4 h 25C150 mcronMabpoxy ST AR

    Sries

    2 demo

    Vida til

    Rel. mistura

    Intervalo

    Re-pintura

    Espessura

    Seca

    ProdutoDemo

    Recomenda-se Temp. Ar entre 20-35C , tinta 15-30C e URA entre 50-65% para Mabthane.

    Eliminar leos e gorduras com emulsificantes/desengraxantes,outros contaminantes como cloretos com lavagem com gua doce sob alta presso

    NOTAS

    IMPORTANTES:

    5 h / 4 : 1 vol.6 h 25C100 mcronMabthane PU HB3 demo

    4 h / 1 : 1 vol.4 h 25C150 mcronMabpoxy ST AR Sries

    1 demo

    Ultra-Hidrojato conforme Nace No 5/ SSPC-SP 12

    Tratamento mecnico ao grau St3 conforme ISO 8501-1

    PREPARO

    SUPERFCIE

    Da ambiente at 120C.

    Ambiente corrosivo conforme ISO 12944 C5-I e C5-M.

    Temperatura de Operao /

    Ambiente

    Costados, Ao Estrutural, Tubulaes, Conveses, Acessrios, Plantas de Processo, Casarias, etc...

    Regio

  • 24/1/2008PLANQUMICA INDUSTRIAL LTDA 28

    Especificaes cont... PLANQUPLANQUMICAMICA

    4 h / 1 : 1 vol.2-6 h 25C150 300 mcronMabpoxy ST AR1 demo

    Vida til

    Rel. mistura

    Intervalo

    Re-pintura

    Espessura

    Seca

    ProdutoDemo

    Recomenda-se que a Temperatura da tinta situe-se entre 15-30C.

    Eliminar leos e gorduras com emulsificantes/desengraxantes,outros contaminantes como cloretos com lavagem com gua doce sob alta presso

    NOTAS

    IMPORTANTES:

    4 h / 4 : 1 vol.6 h 25C500 1000 mcronMabpoxy AD AR2 demo

    Ultra-Hidrojato conforme Nace No 5/ SSPC-SP 12

    Tratamento mecnico ao grau St3 conforme ISO 8501-1

    PREPARO

    SUPERFCIE

    Da ambiente at 120C.

    Ambiente corrosivo conforme ISO 12944 C5-I e C5-M.

    Temperatura de Operao /

    Ambiente

    Pisos anti-derrapantesRegio

  • 24/1/2008PLANQUMICA INDUSTRIAL LTDA 29

    Especificaes cont... PLANQUPLANQUMICAMICA

    Eliminar leos e gorduras com emulsificantes/desengraxantes,outros contaminantes como cloretos com lavagem com gua doce sob alta presso.

    Recomenda-se que a Temperatura da tinta situe-se entre 15-30C, temperatura do ar entre 25-35C e URA entre 55-70% a fim de obter-se os melhores resultados.

    N.R. / MonoN.Aplicvel100 mcronMabtherm ATA 6001 demo

    Vida til

    Rel. mistura

    Intervalo

    Re-pintura

    Espessura

    Seca

    ProdutoDemo

    NOTAS

    IMPORTANTES:

    Jateamento abrasivo ao grau Sa21/2 e/ou Tratamento mecnico ao grau St3 conforme ISO 8501-1:1988

    PREPARO

    SUPERFCIE

    Da ambiente at 600C.

    Ambiente corrosivo conforme ISO 12944 C5-I e C5-M.

    Temperatura de Operao /

    Ambiente

    Flare, Chamins, Superfcies quentesRegio

  • 24/1/2008PLANQUMICA INDUSTRIAL LTDA 30

    Especificaes cont... PLANQUPLANQUMICAMICA

    Vide Boletin4-12 h 25C150 mcronMabpoxy S T AR Series

    1 demo

    Vide Boletin4-12 h 25C150 mcronMabpoxy S T AR Series

    1 demo

    Eliminar leos e gorduras com emulsificantes/desengraxantes,outros contaminantes como cloretos com lavagem com gua doce sob alta presso.

    Recomenda-se que a Temperatura da tinta situe-se entre 15-30C,

    Vide Boletin4-12 h 25C150 mcronMabpoxy S T AR Sries

    1 demo

    Vida til

    Rel. mistura

    Intervalo

    Re-pintura

    Espessura

    Seca

    ProdutoDemo

    NOTAS

    IMPORTANTES:

    Jateamento abrasivo ao grau Sa21/2 / Ultra Hidrojato WJ-1/2 NaceNo 5/SSPC-SP12

    PREPARO

    SUPERFCIE

    Da ambiente at 120C.

    Ambiente corrosivo conforme ISO 12944 C5-I e C5-M.

    Temperatura de Operao /

    Ambiente

    Tanques Internos de gua potvel, desmineralizada, de leos, de borras, de lastro.

    Regio

  • 24/1/2008PLANQUMICA INDUSTRIAL LTDA 31

    Especificaes cont... PLANQUPLANQUMICAMICA

    Vide Boletin1-6 h 25C180 mcronMabpoxy ST AR Sries

    1 demo

    Vide Boletin1-6 h 25C180 mcronMabpoxy ST AR Sries

    1 demo

    Eliminar leos e gorduras com emulsificantes/desengraxantes,outros contaminantes como cloretos com lavagem com gua doce sob alta presso.

    Recomenda-se que a Temperatura da tinta situe-se entre 15-30C,

    Vida til

    Rel. mistura

    Intervalo

    Re-pintura

    Espessura

    Seca

    ProdutoDemo

    NOTAS

    IMPORTANTES:

    Tratamento mecnico ao grau St3 -ISO 8501-1:1988, Ultra HidrojatoWJ-1/2 Nace No 5/SSPC-SP12

    PREPARO

    SUPERFCIE

    Da ambiente at 120C.

    Ambiente corrosivo conforme ISO 12944 C5-I e C5-M.

    Temperatura de Operao /

    Ambiente

    reas Internas em geral, como Praa de Mquinas, Casarias,ao estrutural, etc...

    Regio