Trabalho Em Grupo Desenvolvendo

Click here to load reader

  • date post

    17-Dec-2015
  • Category

    Documents

  • view

    216
  • download

    2

Embed Size (px)

description

trabalhos feitos

Transcript of Trabalho Em Grupo Desenvolvendo

ABNT - UNOPAR - Completo

PAGE

SUMRIO31 INTRODUO

42 DESENVOLVIMENTO

Erro! Indicador no definido.2.1 CONTABILIZAO

Erro! Indicador no definido.2.1.1 DEMONSTRAO DOS EVENTOS CONTBEIS: APURAO DOS SALDOS NA RAZONETE E BALANCETE DE VERIFICAO

Erro! Indicador no definido.2.1.1.1 CLCULO DOS INVESTIMENTOS

Erro! Indicador no definido.2.1.1.1.1 RELATRIO EXPLICATIVO

114 CONCLUSO

12REFERNCIAS

1 INTRODUO

A Contabilidade tem evoludo ao longo dos anos em funo de diversos estudos que possibilita o surgimento de novas e melhores formas de se controlar o patrimnio da entidade. Atravs de sistema de informaes faz-se possvel a tomada de iniciativas mais racionais no intuito de garantir a continuidade e o sucesso das organizaes.O Contador como uma figura primordial, dever exigir e orientar seus clientes na importncia do controle interno da empresa; conscientizando-os para qualificar seus colaboradores e para manter uma estrutura mnima para a manuteno do controle interno, apontando caminhos de acordo com a realidade de cada uma, criando um manual a ser seguido com orientaes bsicas sobre a forma de estruturar e enviar a documentao a ser processada pela contabilidade.

Sabemos que para constituir uma empresa no algo to simples assim, requer muito planejamento, estratgias e organizao. E para assegurar que a empresa no tenha vida curta dentro do cenrio econmico, devemos analisar todos os aspectos econmicos e o mercado de trabalho coibindo os possveis fracassos e tornando possvel o sucesso empresarial dos seus clientes.Assim, neste trabalho, procuramos demonstrar de forma condensada, a anlise de mercado, o capital social de uma empresa, as ferramentas de informao para a responsabilidade social atravs de lanamentos dos eventos, as razonetes e o balancete de verificao.

2 DESENVOLVIMENTOA escriturao contbil resultar nas demonstraes contbeis que representam o registro de todos os eventos e movimentaes ocorridas na empresa, de acordo com o mtodo das Partidas Dobradas, Plano de Contas e demais normas envolvidas e realizada no Livro Dirio e Livro Razo.2.1 CONTABILIZAO: ELABORANDO OS LANAMENTOS DOS EVENTOS OCORRIDOS COM HISTRICO

DATACONTAS E HISTRICODBITOCRDITO

01/07/2014D - CAIXA 120.000,00

C- CAPITAL SOCIAL90.000,00

C - VECULOS30.000,00

Constituio da Sociedade com a integralizao das quotas dos scios, conforme abaixo: Joo Pedro Santos - R$ 30.000,00 referente compra veculo e Leonardo Felipe da Silva - R$ 90.000,00 vista em dinheiro.

01/07/2014D MQUINAS E FERRAMENTA 20.000,00

C- CAIXA10.000,00

C - FORNECEDORES10.000,00

Compra de mquinas e ferramentas no valor de R$ 20.000,00, que ser pago em duas vezes, com entrada de R$10.000,00 vista em dinheiro e o restante para pagamento em 30 dias atravs de boleto.

01/07/2014D - SALRIO PAGAR1.500,00

C - CAIXA1.500,00

Contratao de um funcionrio com o salrio de R$1.500,00.

01/07/2014D-DESPESA DE INSS 135,00

C- INSS A RECOLHER135,00

Proviso de Pagamento de INSS referente 9% do salrio do funcionrio

01/07/2014

D DESPESA DE FGTS 120,00

C FGTS A RECOLHER120,00

Proviso de pagamento de FGTS referente alquota de 8% do salrio do funcionrio.

01/07/2014D INSS RECOLHER135,00

C CAIXA135,00

Proviso de pagamento de INSS sobre a alquota de 9% referente ao salrio do funcionrio

01/07/2014D- FGTS RECOLHER120,00

C- CAIXA120,00

Pagamento de FGTS referente 8% sobre o salrio do funcionrio

D - CAIXA1.500,00

C ALUGUEL A PAGAR1.500,00

01/07/2014

Pagamento de Aluguel da sala comercial da empresa no valor de R$1.500,00 por ms.

D- CAIXA25.000,00

C - PRESTAO DE SERVIOS25.000,00

D CLIENTE A RECEBER25.000,00

C- SERVIOS PRESTADOS50.000,00

01/07/2014Prestao de servios no valor de R$50.000,00 que ser recebido em duas vezes, sendo R%25.000,00 a primeira parcela vista e o restante de R$25.000,00 para 30 dias.

DEMONSTRAO DOS EVENTOS CONTBEIS: APURAO DOS SALDOS NA RAZONETES E DO BALANCETE DE VERIFICAO. Utilizaremos uma representao grfica em forma de T, bastante utilizada pelos contadores como razonete para desenvolvermos o raciocnio contbil. Atravs deste instrumento didtico so feitos os registros individuais por conta.

Caixa(AC)Veculo (ANC)

(1)90.000,00 10.000,00(2) (1)30.000,00

1.365,00

(7)25.000,00135,00

120,00

1.500,00

101.880,00 30.000,00

CAPITAL SOCIAL(PL)Fornecedores(PC)

120.000,00(1) 10.000,00(2)

10.000,00

Mquinas e Ferramentas(ANC)Despesa Salrio (RE)

(2)20.000,00 (3)1.500,00

20.000,00

Salrio Pagar (PC) INSS Recolher (PC)

135,001.500,00(3)135,00

1.365,00 135,00

Despesa FGTSFGTS Recolher

120,00120,00

120,00

Despesa AluguelAluguel Pagar

(6)1.500,001.500,001.500,00(6)

1.500,00

Prestao de Servios(RE)Clientes receber (AC)

50.000,00(7)(7)25.000,00

... VERIFICAO DOS SALDOS NO BALANCETE DE VERIFICAOAps a apurao de todos os lanamentos contbeis ocorridos dentro da empresa, realizaremos um relatrio que faz parte do processo contbil de escriturao, chamado de balancete de Verificao.Este relatrio construdo efetuando a escriturao, conta a conta, em razes analticas ou razonetes, e posteriormente emitindo um ril contendo as contas com saldos extrados dos registros contbeis sendo referente a uma data especfica sendo considerado assim um relatrio esttico. Por no ser obrigatrio a apresentao deste ele no tem um formato.O seu grau de detalhamento e a ordem das contas estaro dispostos de acordo com a finalidade da elaborao do relatrio.BALANCETE DE VERIFICAO

CONTASNATUREZADBITOCRDITO

CaixaAC101.880,00

Capital SocialPL 120.000,00

Mveis ANC 20.000,00

FornecedoresPC10.000,00

Veculos30.000,00

Salrio pagar1.365,00

Aluguel pagar)RE 1500,00

Servios Prestados50.000,00

Clientes25.000,00

TOTAL

2.1.1.1 CLCULO DOS INVESTIMENTOS4 CONCLUSOAo realizarmos o trabalho conclumos que a informao contbil uma ferramenta extremamente importante para o sucesso empresarial, mas no deve apenas se restringir ao atendimento das determinaes legais, pois mais que a legalidade, a informao contbil deve contribuir decisivamente para a tomada de deciso pelos gestores da empresa, bem como dos outros usurios interessados nas informaes como governo, acionistas, investidores, empregados, scios, diretores.Assim tornam-se necessrios proporcionar informaes que satisfaam efetivamente esses usurios.Podemos observar que no atual momento econmico vivido pela humanidade e denominado de globalizao, urge cada vez mais que o atender os usurios em todos os objetivos pretendidos e que o produto do sistema seja uma informao de qualidade, precisa, concisa, relevante que permitam ganho de competitividade daqueles que a utilizam.

Hoje em dia, toda empresa deve-se ter um planejamento determinado com algumas diretrizes, definindo suas responsabilidades, sua poltica de segurana, seus riscos, desenvolvimento de um plano de contingncia.

REFERNCIAS

SOBRENOME, Nome do autor. Ttulo da obra. Edio. Cidade: Editora, Ano de Publicao.

AAKER, David Austin. Criando e administrando marcas de sucesso. So Paulo: Futura, 1996.

ALVES, Maria Leila. O papel equalizador do regime de colaborao estado-municpio na poltica de alfabetizao. 1990. 283 f. Dissertao (Mestrado em Educao) - Universidade de Campinas, Campinas, 1990. Disponvel em: . Acesso em: 28 set. 2001.

BRASIL. Consolidao das Leis do Trabalho. Texto do Decreto-Lei n. 5.452, de 1 de maio de 1943, atualizado at a Lei n. 9.756, de 17 de dezembro de 1998. 25 ed. atual. e aum. So Paulo: Saraiva, 1999.

CARVALHO, Maria Ceclia Maringoni de (Org.). Construindo o saber: metodologia cientifica, fundamentos e tcnicas. 5. ed. So Paulo: Papirus, 1995. 175 p.

CURITIBA. Secretaria da Justia. Relatrio de atividades. Curitiba, 2004.

DEMO, Pedro. Metodologia do conhecimento cientfico. So Paulo: Atlas, 1999.

______. Pesquisa: princpio cientfico e educativo. 6. ed. So Paulo: Cortez, 2000.MAINGUENEAU, Dominique. Elementos de lingstica para o texto literrio. So Paulo: Martins Fontes, 1996.

RAMPAZZO, Lino. Metodologia cientfica: para alunos dos cursos de graduao e ps-graduao. So Paulo: Stiliano, 1998.

REIS, Jos Lus. O marketing personalizado e as tecnologias de Informao. Lisboa: Centro Atlntico, 2000.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARAN. Biblioteca Central. Normas para apresentao de trabalhos. 2. ed. Curitiba: UFPR, 1992. v. 2.Sistema de Ensino Presencial Conectado

nome do cursO

nome do(s) autor(es) em ordem alfabtica

CONTABILIDADE EMPRESARIAL E TRABALHISTA

DIAMANTINA

2014

nome do(s) autor(es) em ordem alfabtica

CONTABILIDADE EMPRESARIAL E TRABALHISTA

Trabalho de Cincias Contbeis........ apresentado Universidade Norte do Paran - UNOPAR, como requisito parcial para a obteno de mdia bimestral na disciplina de Contabilidade Empresarial e Trabalhista

Orientador: Prof. Carolina Palomares Rufino

DIAMANTINA

2014