1 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Fundamentos do Capital de Giro Líquido; Ciclo de...

Click here to load reader

  • date post

    07-Apr-2016
  • Category

    Documents

  • view

    221
  • download

    3

Embed Size (px)

Transcript of 1 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Fundamentos do Capital de Giro Líquido; Ciclo de...

  • *CONTEDO PROGRAMTICO

    Fundamentos do Capital de Giro Lquido;

    Ciclo de Converso de Caixa;

    Administrao de Estoques;

    Administrao de Contas a Receber.DECISES FINANCEIRAS DE CURTO PRAZOCAPITAL DE GIRO E ADMINISTRAO DO ATIVO CIRCULANTE

  • *DECISES FINANCEIRAS DE CURTO PRAZOCAPITAL DE GIRO E ADMINISTRAO DO ATIVO CIRCULANTEFUNDAMENTOS DO CAPITAL DE GIRO LQUIDO ACPCRLP e APELP e PLAnlise de LiquidezAnlise de LiquidezAnlise de ExigibilidadeAnlise de ExigibilidadeAnlise do CCLAnlise do CCLAnlise do RetornoAnlise do Retorno

  • *FUNDAMENTOS DO CAPITAL DE GIRO LQUIDO

    Quanto maior o capital de giro lquido de uma empresa, menor ser sua lucratividade e menor o risco de ela no poder pagar suas obrigaes no vencimento;

    Quanto menor o capital de giro lquido, maior ser a lucratividade da empresa, e maior o risco de ela no poder pagar suas obrigaes no vencimento;

    O objetivo da administrao financeira a curto prazo gerir cada um dos ativos circulantes e passivos circulantes a fim de alcanar um equilbrio entre rentabilidade e risco que contribua positivamente para o valor da empresa.DECISES FINANCEIRAS DE CURTO PRAZOCAPITAL DE GIRO E ADMINISTRAO DO ATIVO CIRCULANTE

  • *CAPITAL DE GIRO: so os ativos circulantes, que representam a parcela do investimento que circula de uma forma a outra, durante a conduo normal dos negcios;

    CICLO OPERACIONAL: a transio peridica de caixa para estoques, destes para duplicatas a receber e de volta para caixa, que ocorre dentro do capital circulante das empresas;

    PASSIVO CIRCULANTE: representa o financiamento a curto prazo da empresa, pois inclui as dvidas que tero seu vencimento em um ano ou menos;

    CAPITAL DE GIRO LQUIDO: a diferena entre ativos circulantes e passivos circulantes da empresa.DECISES FINANCEIRAS DE CURTO PRAZOCAPITAL DE GIRO E ADMINISTRAO DO ATIVO CIRCULANTE

  • *CAPITAL CIRCULANTE LQUIDO POSITIVO: representa que parte dos ativos circulantes da empresa esto sendo financiados pelos recursos de longo prazo;

    CAPITAL CIRCULANTES LQUIDO NEGATIVO: representa que parte dos ativos de longo prazo e permanentes esto sendo financiados pelos recursos de curto prazo;

    De forma geral, quanto maior a margem pela qual os ativos circulantes de uma empresa cobrem suas obrigaes a curto prazo, tanto mais apta ela estar para pagar suas contas nos vencimentos;

    Dvidas nas Entradas de Caixa e Certeza nas Sadas de Caixa.DECISES FINANCEIRAS DE CURTO PRAZOCAPITAL DE GIRO E ADMINISTRAO DO ATIVO CIRCULANTE

  • *DECISES FINANCEIRAS DE CURTO PRAZOCAPITAL DE GIRO E ADMINISTRAO DO ATIVO CIRCULANTEFUNDAMENTOS DO CAPITAL DE GIRO LQUIDOEstruturas do Capital de Giro Lquido

    ACPCACPCACPCELPRLPRLPELPRLPELPAPPLAPPLAPPL

  • *O investimento total de uma empresa engloba os ativos circulantes e os ativos permanentes, sendo que sua lucratividade e risco so afetados pela relao entre essas duas categorias.Anlise e Planejamento FinanceiroBalano PatrimonialAtivos CirculantesPassivos CirculantesAtivos PermanentesRecursos PermanentesDecises InvestimentosDecises FinanciamentosDECISES FINANCEIRAS DE CURTO PRAZOCAPITAL DE GIRO E ADMINISTRAO DO ATIVO CIRCULANTE

  • *RENTABILIDADE: relao entre receitas e custos, gerada pelo uso dos ativos da empresa nas atividades produtivas;

    RISCO: probabilidade de que a empresa no esteja apta a pagar suas obrigaes nos vencimentos.

    RISCO OPERACIONAL: risco de no se poder cobrir os custos operacionais;

    RISCO FINANCEIRO: impossibilidade de efetuar os pagamentos fixos programados decorrentes de emprstimos, leasing e dividendos preferenciais.

    TECNICAMENTE INSOLVENTE: descreve uma empresa que no est em condio de pagar suas obrigaes nos vencimentos.DECISES FINANCEIRAS DE CURTO PRAZOCAPITAL DE GIRO E ADMINISTRAO DO ATIVO CIRCULANTE

  • *FUNDAMENTOS DO CAPITAL DE GIRO LQUIDOVariaes nos Ativos e Passivos CirculantesDECISES FINANCEIRAS DE CURTO PRAZOCAPITAL DE GIRO E ADMINISTRAO DO ATIVO CIRCULANTE

  • *DECISES FINANCEIRAS DE CURTO PRAZOCAPITAL DE GIRO E ADMINISTRAO DO ATIVO CIRCULANTECCL positivo significa que fundos a longo prazo esto financiando parte dos ativos circulantes. Como os custos desses recursos a longo prazo costumam ser mais caros do que aqueles de curto prazo, a empresa poder enfrentar maiores restries.

  • *CICLO DE CONVERSO DE CAIXA

    Entender o ciclo de converso de caixa de uma empresa essencial para a administrao financeira de curto prazo.

    OBJETIVO: Medir o perodo durante o qual os recursos da empresa so aplicados no Ciclo Operacional;

    CICLO OPERACIONAL: a transio peridica de caixa para estoques, destes para duplicatas a receber e de volta para caixa, que ocorre dentro do capital circulante das empresas;

    DECISES FINANCEIRAS DE CURTO PRAZOCAPITAL DE GIRO E ADMINISTRAO DO ATIVO CIRCULANTE

  • *

  • *Clculo do Ciclo de Converso de CaixaDECISES FINANCEIRAS DE CURTO PRAZOCAPITAL DE GIRO E ADMINISTRAO DO ATIVO CIRCULANTECO = Ciclo Operacional;PME = Prazo Mdio de Estocagem (IME);PMR = Prazo Mdio de Recebimento.CC = Ciclo de Caixa;PMP = Prazo Mdio de Pagamento.Relembrar viver...

  • *Prazos Mdios...DECISES FINANCEIRAS DE CURTO PRAZOCAPITAL DE GIRO E ADMINISTRAO DO ATIVO CIRCULANTE

  • *DECISES FINANCEIRAS DE CURTO PRAZOCAPITAL DE GIRO E ADMINISTRAO DO ATIVO CIRCULANTEEnto vejamos a representao grfica do Ciclo de Caixa:Ciclo Operacional (CO)070 diasData da Compra a PrazoPME = 40 diasData da Venda a PrazoPMR = 30 diasData do RecebimentoPMP = 30 diasData do PagamentoCiclo de Caixa (CC) = 40 dias

  • *DECISES FINANCEIRAS DE CURTO PRAZO CAPITAL DE GIRO E ADMINISTRAO DO ATIVO CIRCULANTEFatores Internos que afetam o Ciclo de Caixa

    Alteraes nas Polticas de Crdito;Inadimplncia;Grau de Endividamento;Volume de compras;PME x PMR x PMP;Nvel de ocupao do Ativo Fixo;Distribuio de lucros;Poltica Salarial.

    Fatores Externos

    Alteraes no Mercado;Concorrncia;Alteraes nas bases tributrias;Inadimplncia x Fatores Macroeconmicos (aumento de juros).

  • *DECISES FINANCEIRAS DE CURTO PRAZO CAPITAL DE GIRO E ADMINISTRAO DO ATIVO CIRCULANTESintomas do Desequilbrio Financeiro

    Insuficincia crnica de caixa;Captao sistemtica de recursos.

    Causas Bsicas

    Excesso de investimento em estoque;PMR > PMP;Excesso de investimento em ativos fixos;Alto giro de estoque e ciclo de produo elevado.

    Conseqncias

    Maior vulnerabilidade s flutuaes do mercado;Insolvncia tcnica;Insolvncia (concordata e falncia).

  • *DECISES FINANCEIRAS DE CURTO PRAZO CAPITAL DE GIRO E ADMINISTRAO DO ATIVO CIRCULANTEMedidas de Saneamento

    Aumento do capital prprio;Adequao do nvel de atividade aos recursos disponveis;Controle rgido de custos e despesas operacionais;Desmobilizao de ativos ociosos.

  • *DECISES FINANCEIRAS DE CURTO PRAZO CAPITAL DE GIRO E ADMINISTRAO DO ATIVO CIRCULANTEAdministrar o Ciclo de Caixa de forma eficiente, fundamental para a maximizao da riqueza do acionista.

    Giro de Caixa:

    Quanto maior for o Giro do Ciclo de Caixa, menor ser a necessidade de caixa para suportar as operaes, sem no entanto, incorrer no risco da falta de recursos.

    Quanto menor for o Ciclo de Caixa, melhor.

  • *DECISES FINANCEIRAS DE CURTO PRAZO CAPITAL DE GIRO E ADMINISTRAO DO ATIVO CIRCULANTEExistem maneiras de maximizar o Giro do Ciclo de Caixa, minimizando as necessidades de caixa:

    Aumento do giro das matrias-primas, sem faltas que resultem em perda de vendas;Diminuio do ciclo de produo;Aumento do giro de produtos acabados;Acelerao do processo de recebimento, sem perder vendas por conta de tcnicas de cobrana muito agressivas;Reduo do prazo concedido nas vendas a prazo;Administrar o Floating;Aumento do prazo de pagamento a fornecedores, sem prejudicar o perfil de crdito da empresa.

  • *DECISES FINANCEIRAS DE CURTO PRAZOCAPITAL DE GIRO E ADMINISTRAO DO ATIVO CIRCULANTENecessidades de Financiamento resultantes do Ciclo de Caixa

    NECESSIDADE DE FINANCIAMENTO PERMANENTE

    Se as vendas de uma empresa forem constantes, o seu investimento em ativos operacionais tambm dever ser constante e ela ter Necessidade de Financiamento Permanente.

    NECESSIDADE DE FINANCIAMENTO SAZONAL

    Se as vendas de uma empresa forem cclicas, o seu investimento em ativos operacionais variar ao longo do tempo conforme os ciclos de vendas e ela ter Necessidade de Financiamento Sazonal.

  • *DECISES FINANCEIRAS DE CURTO PRAZOCAPITAL DE GIRO E ADMINISTRAO DO ATIVO CIRCULANTENECESSIDADES PERMANENTES:

    Necessidade de financiamento para os ativos permanentes mais a parcela permanente dos ativos circulantes da empresa;Essas necessidades permanecem inalteradas ao longo do ano;

    NECESSIDADES SAZONAIS:

    Necessidade de financiamento para ativos circulantes temporrios, as quais variam ao longo do ano.

    Veja o exemplo a seguir considerando os nmeros daCompanhia Aprendendo S/A.

  • *DECISES FINANCEIRAS DE CURTO PRAZOCAPITAL DE GIRO E ADMINISTRAO DO ATIVO CIRCULANTE

    MsAtivosNecessidades de FundosCirc.Perm.TotalPermanentesSazonaisJaneiro 4.000 13.000 17.000 13.800 3.200 Fevereiro 3.000 13.000 16.000 13.800 2.200 Maro 2.000 13.000 15.000 13.800 1.200 Abril 1.000 13.000 14.000 13.800 200 Maio 800 13.000 13.800 13.800 - Junho 1.500 13.000 14.500 13.800 700 Julho 3.000 13.000 16.000 13.800 2.200 Agosto 3.700 13.000 16.700 13.800 2.900 Setembro 4.000 13.000 17.000 13.800 3.