Gestao 2007-2008

of 41/41
Vice-Presidente: Fred Arruda Presidente do Conselho: Alexandre Ferrer Presidente da Patrimonial: João Braga Gestão 2007-2008
  • date post

    01-Nov-2014
  • Category

    Travel

  • view

    2.789
  • download

    0

Embed Size (px)

description

Plano de Gestão 2007-2008 - Chapa Credibilidade e Competência

Transcript of Gestao 2007-2008

  • 1. Vice-Presidente: Fred Arruda Presidente do Conselho: Alexandre Ferrer Presidente da Patrimonial: Joo Braga Gesto 2007-2008
  • 2. Princpios da Gesto
    • Transparncia Financeira e Administrativa.
    • Moralidade na Gesto.
    • Responsabilidade Social e Fiscal dos Dirigentes.
    • Interesses do Clube Acima de Interesses Pessoais.
    • Compromisso com a Preservao do Patrimnio do Clube.
    • O Clube no Propriedade dos Gestores, mas da Torcida.
  • 3. Objetivos Voltar Primeira Diviso Resgatar a Credibilidade do Clube Resgatar a Auto-Estima da Torcida Modernizar a Gesto Voltar a Revelar Talentos
  • 4. Maiores Prioridades
  • 5. Modelo de Gesto
    • Descentralizao das decises.
    • Gesto profissionalizada, em particular nas reas financeira, captao de receitas, futebol e planejamento.
    • Informatizao: informao rpida e confivel a todos.
    • Atletas e funcionrios em dia.
    • Fiscalizao rigorosa de receitas.
    • Recolhimento de encargos sociais e acordos judiciais.
    • Auto-sustentao financeira do clube.
  • 6. Reforma do Estatuto
    • Adequao Lei Pel e Cdigo Civil.
    • Eleies Transparentes.
    • Auditoria nas Contas.
    • Transparncia na Gesto do Clube.
    • Regimento Interno.
  • 7. Futebol Profissional
    • Treinador e elenco com cara do Santa Cruz e pronto para 2a.diviso.
    • Valorizao da prata da casa, sem perder o foco na volta 1a.diviso.
    • O Campeonato Pernambucano uma meta a ser alcanada.
  • 8. Finanas
    • Oramento e Fluxo de caixa.
    • Demonstraes financeiras em dia e transparentes.
    • Submeter demonstraes financeiras a uma auditoria independente, experiente e renomada.
    • Elaborar planejamento tributrio.
    • Propor renegociao extra-judicial de dvidas visando a melhorar o fluxo de caixa de curto prazo.
  • 9. Patrimnio
    • Reviso de contratos.
    • Revitalizao da sede social.
    • Ajuste do estdio para Copa 2014 e Eliminatrias 2010.
    • Revitalizao do CT.
    • Projetos de construo de sede administrativa, reforma da sede social e construo de CT de alto padro.
  • 10. Outras Prioridades
  • 11. Jurdico
    • Reviso de todos os Contratos.
    • Base jurdica para Timemania.
    • Verificao e contingenciamento das dvidas trabalhistas e fiscais.
    • Adoo e criao de polticas de austeridade acerca dos dbitos trabalhistas e fiscais.
    • Adoo de medidas judiciais que amenizem a perda de receitas de merchandising .
  • 12. Marketing e Comercial
    • Venda de espaos para publicidade.
    • Programa de fidelizao para garantir base de scios independente dos resultados do futebol.
    • Lojas com produtos do Santa Cruz.
    • Marcas Prprias e outras parcerias que tragam receita para o clube.
    • Reviso dos contratos com bar, catracas, ingressos.
  • 13. Futebol Amador
    • Oramento para as divises de base.
    • Conexo com o futsal.
    • Interiorizao de escolinhas.
    • Volta dos Olheiros.
    • Garantia de Alimentao + Aulas + Material para a base.
  • 14. Social
    • Campanha de scios permanente com meta de 20.000 scios em dia.
    • Reviso nas categorias de scios.
    • Programa de fidelizao e pacote de servios e descontos em lojas.
    • Cursos de Informtica e outras atividades culturais na sede, aproximando o scio do dia-a-dia do clube.
  • 15. Social + Amadorismo
    • Implantao do projeto SANTA CRUZ DE CORPO E ALMA, que contribuir com o resgate da auto-estima do torcedor atravs de um trabalho de responsabilidade social junto s comunidades que residem em torno do estdio do Arruda.
  • 16. Comunicao Torcida
    • Ouvidoria sria e independente.
    • Informaes ao torcedor nos jogos.
    • Aproximao com todas as organizadas (interior e de fora de PE).
    • Buscar novos torcedores simblicos.
  • 17. Comunicao Imprensa
    • Relacionamento amistoso e profissional com a imprensa de PE.
    • Informaes do Santa Cruz para toda a imprensa nacional.
  • 18. Departamento Mdico
    • Montagem de equipe de Mdicos + Fisiologistas + Ortopedistas + Dentistas + Nutricionistas.
    • Melhoria e ampliao do parque de equipamentos.
    • Firmar parcerias com laboratrios, indstria farmacutica, centros de avaliao fsica e clnica.
    • Informatizao do DM com pronturio de todos os atletas do clube.
    • Reforma da cozinha e do refeitrio dos atletas.
  • 19. Sobre o Santa Cruz
  • 20. Histria
    • Fundado em 3 de fevereiro de 1914, completar 100 anos no ano da Copa de 2014, que poder ser no Brasil.
    • 24 ttulos pernambucanos, com destaque para o penta (1969-1973) e o tri-super (1957, 1976, 1983). O ltimo ttulo pernambucano conquistado foi em 2005.
    • Melhores campanhas no brasileiro da srie A: 1975 (4o.lugar) e 1978 (5o.lugar).
    • Revelou atletas famosos no cenrio nacional e internacional, como Rivaldo, Ricardo Rocha, Nunes, Givanildo, Ramon, Vlber, Leto e Carlos Alberto Barbosa.
    • 21 o colocado no ranking da CBF.
  • 21. Estdio
    • Estdio Jos do Rego Maciel, tambm conhecido como Arrudo ou Estdio do Arruda.
    • Palco da memorvel vitria da seleo brasileira por 6x0 sobre a Bolvia, na arrancada para o tetra em 1994.
    • Capacidade de 70.000 torcedores sentados.
    • Antes do Estatuto do Torcedor, comportava pblico de 110.000 pessoas, sendo o 10 o maior estdio do mundo.
    • Recebeu diversos jogos da seleo brasileira e j tem a promessa da CBF de receber um jogo do Brasil nas eliminatrias para a Copa 2010.
  • 22. Estdio Maiores Pblicos 01.08.1976 SANTA CRUZ x NUTICO 63.675 04.05.1980 SANTA CRUZ x PALMEIRAS 52.824 12.05.1982 BRASIL x SUA 59.772 01.08.1982 TORNEIO 2 INAUGURAO 85.738 11.12.1983 SANTA CRUZ x NUTICO 58.190 18.12.1983 SANTA CRUZ x NUTICO 76.636 02.05.1985 BRASIL x URUGUAI 59.946 11.07.1993 SANTA CRUZ x SPORT 61.440 18.07.1993 SANTA CRUZ x SPORT 74.280 28.07.1993 SANTA CRUZ x NUTICO 71.243 29.08.1993 BRASIL x BOLIVIA 75.325 23.03.1994 BRASIL x AGENTINA 90.200 21.02.1999 SANTA CRUZ x SPORT 76.682 21.11.1999 SANTA CRUZ x GIAS 55.009 11.07.2001 SANTA CRUZ x NUTICO 70.013 Reta Final Srie B 2005 24.09.2005 SANTA CRUZ 3 x 0 SANTO ANDR 32.585 04.10.2005 SANTA CRUZ 1 x 0 GRMIO 36.384 14.10.2005 SANTA CRUZ 5 x 1 AVA 43.712 29.10.2005 SANTA CRUZ 1 x 1 GRMIO 38.379 13.11.2005 SANTA CRUZ 1 x 0 NUTICO 43.192 26.11.2005 SANTA CRUZ 2 x 1 PORTUGUESA 63.978
  • 23. Smbolos
  • 24. Torcida
  • 25. Diretoria
    • Presidente Executivo: Edson Nogueira (Edinho)
    • Formado em Direito, exerce a funo de delegado da Polcia Civil do Estado de Pernambuco.
    • Passagem por diversos clubes do futebol brasileiro, como preparador fsico, treinador e diretor de futebol (Sport, Nutico, Santa Cruz e Corinthians, dentre outros).
    • Superintendente do futsal da Votorantim, que dominou o futsal pernambucano na dcada de 80, revelando jogadores como Juninho Pernambucano e Manoel Tobias.
    • Presidente da Federao Pernambucana de Futsal.
    • 62 anos.
  • 26. Diretoria
    • Vice-Presidente Executivo: Fred Arruda
    • Formado em Cincia da Computao, com especializaes em Marketing, Finanas e Gesto Empresarial.
    • Passagem por diversas empresas de tecnologia e do setor financeiro.
    • Atualmente diretor executivo da WPD, empresa de solues tecnolgicas para o setor de sade.
    • 43 anos.
  • 27. Diretoria
    • Presidente do Conselho: Alexandre Ferrer
    • Diretor Comercial e de Marketing da Pit, indstria de bebidas com atuao nacional e internacional.
    • Presidente da Patrimonial: Joo Braga
    • Empresrio e poltico, teve diversos mandatos como vereador e deputado estadual.
    • No ltimo governo de Pernambuco, foi secretrio da Segurana Pblica.
  • 28. O Momento Atual
  • 29. Situao Inicial
    • A atual diretoria assumiu o clube dia 9 de dezembro, encontrando o mesmo com atraso de 4 meses na folha dos atletas, 10 meses de atraso na folha do administrativo, apenas 3 atletas profissionais no elenco, inmeras contas a pagar em aberto, contas bancrias bloqueadas, vrios cheques sem fundo emitidos a credores, funcionamento atravs de gerador (houve o corte de energia), linhas telefnicas bloqueadas, e o patrimnio do clube em precrio estado de conservao.
    • Atravs de contribuies de grandes tricolores, pagou-se uma folha a atletas e funcionrios em 10 de dezembro.
  • 30. Primeiros 40 Dias
    • Euforia da torcida, com grande regularizao de scios, saindo de cerca de 1.200 para 8.587 scios em dia.
    • Parcerias formadas em diversas reas (alimentao, cozinha, fornecimento gratuito de servios, etc).
    • Foi doada uma nova e moderna cozinha ao clube, razo pela qual foi iniciada reforma naquele setor do clube.
    • Foi contratada uma empresa para assessoria na rea de RH, visando motivao e capacitao do quadro de funcionrios.
    • Por determinao do Conselho, iniciou-se auditoria dos ltimos 4 anos de gesto.
    • Outras aes menores foram tambm executadas.
  • 31. O Futebol
    • A diretoria estava ciente que o carro chefe do clube o futebol e que tinha 40 dias para viabilizar o clube.
    • A primeira contratao foi do treinador Givanildo Oliveira, que levara o clube ao ttulo pernambucano de 2005 e tambm primeira diviso.
    • Foi contratado um elenco para a disputa do campeonato pernambucano e da Copa do Brasil, mesclando jogadores experientes (Clayson, Rodriguinho, Romeu, Marcelo Ramos, Marco Antnio, Bad, Juliano, Luiz Paulo, Robson Luiz e Adriano) com promessas (Cad, Porcelis, Gotardi, Renan, Flvio, Paulo Ricardo e Moreno).
  • 32. O Futebol
    • Com o fraco desempenho do time (derrotas seguidas no pernambucano e eliminao na Copa do Brasil na primeira fase), trocou-se o treinador (saiu Givanildo e entrou Charles Muniz), alguns jogadores foram desligados e outros contratados (Carlinhos, Marquinhos Caruaru e Marquinhos Paran).
    • Tendo terminado o pernambucano na sexta colocao, est sendo iniciado um ajuste no elenco para a disputa do brasileiro da srie B. Foram contratados Russo e Marcelo ao Central, Miro Bahia e Cesar Baiano Ulbra-RO, Alan ao Fortaleza, Cludio e Amaral Cabense.
  • 33. Folha de Pagamento
    • As folhas com vencimento em 10/01 e 10/02 foram pagas integralmente atravs da antecipao de contratos de patrocnio da Minasgs, Iquine e Frevo.
    • Da mesma forma, quitou-se as folhas do futebol profissional e do administrativo vencidas em 10/03, estando ainda em aberto as folhas das comisses tcnicas (divises de base e profissional).
    • Em 10/04 venceu mais um ms e o clube no dispe de recursos financeiros para quitar sua folha de pagamento.
    • Preocupao com a folha que se vence em 10/05, visto que o clube s volta a jogar em Recife dia 18/05.
  • 34. Situao em 13 de abril
    • Somando-se todas as obrigaes do ms de abril a dbitos j vencidos e que pretende-se quitar em abril, tem-se um valor de R$683 mil, contra uma receita prevista de menos de R$200 mil.
    • S aps o incio do campeonato brasileiro em 12/05 que novas fontes de receita devem surgir, viabilizando a quitao dos dbitos.
    • O clube pretende lanar at 20/04 um pacote venda antecipada de ingressos de scios para o brasileiro, esperando arrecadar cerca de R$300 mil (2.000 pacotes ao preo de R$150), que ajudaro no pagamento dos dbitos.
  • 35. Fontes de Receita
    • Scios : Cerca de R$70 mil mensais (com o fraco desempenho do futebol, hoje so menos de 3.500 em dia).
    • Conselho : Cerca de R$50 mil mensais.
    • Renda de Jogo : com a mdia de 3 jogos mensais no Arruda, espera-se cerca de R$150 mil brutos por ms, considerando uma boa campanha do clube.
    • Patrocnio : foi lanado um pacote para publicidade nos padres de jogo e no estdio, que ainda no produziram resultados efetivos.
    • Licenciamento da Marca : o clube est revendo seus contratos, pois os mesmos foram feitos atravs da FBA e geram pouca receita.
  • 36. Fontes de Receita
    • Cota de TV : Ainda no se sabe o valor para a srie B, cuja intermediao feita pela FBA.
    • Loteria IGT : Ser instalada em Pernambuco em julho, devendo gerar para o Santa Cruz cerca de R$250 mil mensais pela estimativa da IGT.
    • Todos com a Nota : o Governo de Pernambuco garantir ao Santa Cruz uma receita de R$2.375 mil em 2007. Em contrapartida o Santa Cruz disponibilizar 25.000 ingressos por jogo para o Governo PE vender nos seus jogos no brasileiro.
    • A diretoria estuda a criao de novas fontes de receita, em particular fontes ligadas ao futebol da base.
  • 37. Despesas Mensais
    • Elenco de Profissionais R$300 mil
    • Comisso Tcnica Profissional R$50 mil
    • Elenco do Futebol de Base R$10 mil
    • Comisso Tcnica da Base R$20 mil
    • Folha Administrativo R$70 mil
    • Encargos Sociais R$150 mil
    • Custeio R$60 mil
    • TOTAL R$660 mil
  • 38. Receita Necessria
    • Para cobrir os gastos mensais, e considerando que 20% de toda a receita bloqueada pela Justia do Trabalho, o Santa Cruz necessita de uma receita mensal de R$825 mil.
    • O ideal seria o clube ter uma receita mensal garantida da ordem de R$1 milho, para ter a folga necessria para aes emergenciais e regularizaes de pendncias mais urgentes deixadas pelas gestes anteriores.
  • 39. Investimentos Desejados
    • O Santa Cruz necessita investir cerca de R$2,6 milhes em aes emergenciais para melhoria de sua infra-estrutura, profissionalizao de setores importantes do clube e melhoria das divises de base, como se segue:
    • Melhoria da infra do Estdio R$1.000 mil
    • Criao de Ncleos no Interior R$900 mil
    • Profissionalizao da arrecadao R$300 mil
    • Reforma do CT R$300 mil
    • Campanhas de Scios R$100 mil
  • 40. Investidor
    • O Santa Cruz se dispe a discutir um plano de investimento que garanta um retorno dentro de margens aceitveis de mercado. Para tanto, est disposto a firmar parceria de co-gesto (j prevista no estatuto), que garanta a transparncia necessria.
    • O Santa Cruz um clube vivel e tem uma marca extremamente forte, sendo permanentemente procurado por jovens atletas que desejam despontar no futebol.
    • A revelao de 3 grandes atletas no cenrio nacional j garante um bom retorno ao investimento aqui discutido.
  • 41.