Comportamento Organizacional (Portuges)

Click here to load reader

  • date post

    04-Jul-2015
  • Category

    Documents

  • view

    647
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of Comportamento Organizacional (Portuges)

Comportamento Organizacional

Apontamentos de: Clara Palma e Elisabete Barroso Email: [email protected] Data: 2001/02

http://salaconvivio.com.sapo.pt

A Sala de Convvio da Universidade Aberta um site de apoio aos estudantes da Universidade Aberta, criado por um aluno e enriquecido por muitos. Este documento um texto de apoio gentilmente disponibilizado pelo seu autor , para que possa auxiliar ao estudo dos colegas. O autor no pode, de forma alguma, ser responsabilizado por eventuais erros ou lacunas existentes neste documento. Este documento no pretende substituir de forma alguma o estudo dos manuais adoptados para a disciplina em questo. A Universidade Aberta no tem quaisquer responsabilidades no contedo, criao e distribuio deste documento, no sendo possivel imputar-lhe quaisquer responsabilidades.

Copyright: O contedo deste documento propriedade do seu autor, no podendo ser publicado e distribuido fora do site da Sala de Convvio da Universidade Aberta sem o seu consentimento prvio, expresso por escrito.

Comportamento Organizacional

1. Introduo A importncia de um melhor conhecimento dos aspectos que afectam o comportamento das pessoas dentro das organizaes, leva a que esse comportamento possa ser melhor compreendido e se possvel previsto. Antecedentes aos estudos sobre Comportamento Organizacional Esto documentados desde a antiguidade, projectos grandiosos como a construo das pirmides do Egipto ou a muralha da China e organizaes complexas como o exrcito romano que levaram a sistemas com diferentes graus de sofisticao para a gesto de indivduos e equipas. No entanto, a partir da Revoluo Industrial que aspectos relacionados com o funcionamento das empresas e organizaes foram objecto de anlise dos estudiosos. No sc. XX destacam-se vrios autores com estudos considerados clssicos: - Frederick Taylor (EUA 1911) conhecido pelos cursos de Gesto Cientfica, procurando estudar mtodos eficientes de execuo de tarefas eliminando o desperdcio e o "empirismo"; - Henry Fayol (Frana 1916) analisou as vrias reas da gesto e as responsabilidades dos gestores, com uma abordagem conhecida como administrativa; - Max Weber (Alemanha 1947) considerou a burocracia como a forma ideal de organizao, onde se evidencia a diviso de tarefas, a hierarquia rgida, regulamentos e regras detalhados e relacionamentos impessoais; - Mary Parker Follett (1918) e ChesterBarnard (1938) ambos norte americanos, vem as organizaes como sistemas sociais modelados pelo comportamento dos indivduos e dos grupos. A partir de 1930 surge uma corrente conhecida como a Escola das Relaes Humanas: - Elton Mayo (1933) conhecido essencialmente pelos estudos de Hawthorne onde investigadores procuraram relacionar os efeitos da iluminao sobre a produtividade no trabalho, reconhecendo por fim que est relacionada com factores psicolgicos. - Maslow (1954) desenvolveu vrios estudos sobre a motivao e Douglas McGregor sintetizou nas teorias X e Y. Os tericos das Cincias do Comportamento usam a metodologia cientifica para o estudo do comportamento nas organizaes (ex. de vrios americanos): - Skinner (1953 e 1972) destacou-se atravs de estudos do condicionamento operante, tendo sido importantes para a formao profissional e sistemas de incentivos (repetio de comportamentos recompensados/ anulao de comportamentos repreendidos). - David McClelland (1961 e 1969) estudou a condicionantes da necessidade de sucesso (achievement motive), varivel de indivduo para indivduo ajudando as empresas na seleco, formao e desenho de cargos e tarefas. - Fred Fiedler (1967) conhecido pela sua abordagem contingencial da liderana tendo criado um questionrio para diagnosticar o estilo de liderana de cada gestor e adapt-lo a cada situao. - Herzberg (1959 e 1982) identificou dois conjuntos de factores que levam satisfao e insatisfao no trabalho. No primeiro caso agrupou o reconhecimento; responsabilidade e desenvolvimento do potencial, enquanto no segundo aspectos como o salrio e o relacionamento com os colegas e chefias. - Hackman e Oldham (1975) procuraram explica como aspectos relacionados com o trabalho podem influenciar e influenciam a motivao e satisfao, contrapondo com o redesenho de cargos e tarefas. Os estudos actuais sobre Comportamento Organizacional desenvolvem-se a partir dos "alicerces" referidos, no existindo, obviamente nenhum estudo ou concluso que possa ser aplicado com sucesso a todas as situaes. H que ter sempre em conta as diferentes realidades, dimenses, objectivos e recursos de cada empresa/organizao, bem como variveis e condicionantes especficas. Relacionamento do Comportamento Organizacional com outros ramos do conhecimento O Comportamento Organizacional, sendo uma cincia aplicada, utiliza conhecimentos de outras reas relacionadas com o comportamento individual ou de grupos, sendo os principais contributos fornecidos por:

1

Comportamento Organizacional

Psicologia Individual (dedica-se explicao, mensurao modificao do comportamento individual) o CO usa conhecimentos sobre personalidade, aprendizagem percepo, motivao e utiliza-os para explicar a eficcia da liderana ou tomada individual de decises ou apoiar a seleco e formao dos indivduos. Psicologia Social (estuda a influncia e interaco entre os indivduos) contribui com conhecimentos relativos aos processos de formao e desenvolvimento de grupos, atitudes e de comunicao, ajudando a entender e gerir os processos de mudana nas organizaes. Sociologia (estuda os sistemas sociais em que os indivduos esto integrados) ajuda a explicar o comportamento de grupo nas organizaes; as estruturas organizacionais; a burocracia, a comunicao, o poder e os conflitos entre grupos. Antropologia (estudam as sociedades para entender a integrao e interaco entre os indivduos) contribu essencialmente na explicao das variveis que caracterizam e explicam a formao de valores, atitudes e culturas diferenciadas em organizaes semelhantes mas em pases diferentes e dentro do mesmo pas em organizaes com actividades diferentes. Cincia Poltica explica os mecanismos de conquista e manuteno do poder ou o aparecimento de conflitos. Tendncias de evoluo dos Estudos sobre Comportamento Organizacional Nos ltimos anos tm-se multiplicados os estudos sobre Comportamento Organizacional, sobretudo sobre os seguintes aspectos: Estudos relativos a cultura e clima organizacional explica fenmenos gerados socialmente que resultam da interaco de "actores" relevantes, como o caso de mitos, historias, smbolos, boatos e objectivos de mudana aceites. Liderana, controlo e poder associa a liderana transformacional a traos excepcionais dos lideres aos processos de mudana. Desenho de tarefas analisa a influncia do redesenho e restruturao de tarefas sobre a satisfao e o desempenhos dos indivduos. Influncia de novas tecnologias estabelece a ligao entre as novas tecnologias da informao introduzidas e o comportamento nas organizaes. Participao e empowerment estuda o envolvimento dos subordinados na tomada de decises. Sistemas de trabalho de risco (para pessoas e ambientes) estudos sobre organizaes onde existe um nvel de risco elevado (ex. concentrao de produtos txicos) onde a segurana e preveno dependem de um desempenho eficaz associado a aspectos tcnicos e de comportamento individual, liderana e estrutura organizacional. Aprendizagem organizacional interessa aos investigadores, nomeadamente no que se refere a mudanas demogrficas que requer reajustamentos; aumento da concorrncia mundial que exige adaptao e mudanas tecnolgicas rpidas que exigem novas competncias e aptides de comportamento. Relacionamento organizaes/ambientes relacionados com as mudanas tecnolgicas e demogrficas que exigem a adaptao das organizaes e, a eliminao de fronteiras que cria problemas de integrao de foras de trabalho entre indivduos com diferentes origens, culturas e desafios. Importncia do Comportamento Organizacional para os Gestores Os gestores so responsveis por conseguirem resultados atravs da utilizao de recursos, sendo o mais importante os seus colaboradores e subordinados. No entanto, se os recursos humanos de uma organizao so a sua mais valia, tambm correcto afirmar que so o recurso mais difcil de gerir, dada a complexidade do ser humano acrescentando-lhe a influncia de variveis no seu comportamento influenciado por aspectos de dinmica do grupo e da estrutura e polticas da organizao. Ao assumirem-se responsabilidades de gesto, o sucesso estar sempre dependente de uma preparao adequada em aspectos tcnicos e em aptides de relacionamento interpessoal, por forma a conseguir resultados atravs da colaborao exigindo-se ao gestor que consiga comunicar, motivar, liderar e coordenar esforos individuais e de equipas. Investigao em Comportamento Organizacional Os investigadores do Comportamento Organizacional, como em todas as reas continuam a pesquisar

2

Comportamento Organizacional

formas de melhorar os seus conhecimentos, com o objectivo de tornarem as concluses dos seus estudos vlidas (meam o que pretendido) e fiveis (com o recurso a instrumentos de medida que no afectem os resultados) e tanto quanto possvel permitam generalizaes. Mtodos mais usados em investigao em Comportamento Organizacional: Estudo de Caso descries detalhadas sobre um indivduo, um grupo, uma organizao ou organizaes que se pretendem comparar. A informao obtido por observao, anlise de documentao e entrevistas. As concluses no so generalizveis. Sondagens questionrios endereados a amostras de indivduos devidamente escolhidos. Permitem obter informao que pode ser quantificada, analisada e generalizada, registando-se, no entanto, dificuldades associadas a baixas taxas de resposta, avaliando melhor intenes do que comportamentos, pelo que a sua generalizao est dependente da representatividade da amostra escolhida em relao populao que se pretende analisar. Experimentao nestes casos possvel conduzir anlises em situaes controladas (laboratri